quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO ESCLARECE QUE CONCURSO DA EDUCAÇÃO SERÁ REALIZADO NESTE DOMINGO, 27 DE JANEIRO


A Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes do Acre (SEE) vem a público esclarecer os fatos a respeito da informação equivocada divulgada pelo site www.noticiasconcursos.com.br na última terça-feira, 22.

O referido portal informou que houve mudanças nas datas das provas do Concurso Público para Professor Efetivo e do Processo Seletivo para Professor Provisório da SEE, mas a informação não procede.

No próximo domingo, 27, serão realizadas apenas as provas objetiva, discursiva e entrega de títulos do concurso para o cargo de Professor Efetivo.

Já as provas dos seis processos seletivos para Professores Provisórios permanecem com a mesma data de realização, marcada para o próximo dia 17 de fevereiro.

A SEE reitera que os candidatos devem se informar acerca dos certames da Educação única e exclusivamente no portal da banca organizadora, o Ibade, (www.ibade.org.br) e pelas publicações realizadas no Diário Oficial do Estado do Acre (www.diario.ac.gov.br).

Outros dois meios oficiais de divulgação das notícias do Concurso Público e dos Processos Seletivos são o portal da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (www.see.ac.gov.br) e a Agência Notícias do Acre (www.agencia.ac.gov.br).

Outros esclarecimentos referentes ao Concurso Público podem ser obtidos por meio dos telefones (21) 3674-9190/3527-0583 (Rio de Janeiro) e (68) 3025-0735 (Rio Branco) ou pelo e-mail atendimento@ibade.org.br.

Rio Branco, Acre, 23 de janeiro de 2019


Mauro Sérgio Ferreira da Cruz
Secretário de Educação, Cultura e Esportes do Acre

SGA divulga listas de recursos deferidos e locais de prova do Concurso da Educação


A Secretaria da Gestão Administrativa (SGA) publicou na edição do Diário Oficial do Estado do Acre (DOE) desta terça-feira, 22, quatro editais do concurso público para cadastro de reserva da Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes (SEE).

Estão disponíveis as respostas aos recursos e a relação final dos candidatos que declararam algum tipo de deficiência, relação daqueles que solicitaram atendimento especial, lista das inscrições deferidas e as convocações para as provas objetiva, discursiva e de títulos do referido certame.

Para conferir as relações os candidatos devem acessar a página da banca organizadora do concurso, o Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo (Ibade), pelo endereço eletrônico www.ibade.org.br, informando CPF e data de nascimento.

As provas

As provas objetiva e discursiva serão realizadas no próximo dia 27 de janeiro, no turno matutino, com duração de cinco horas. Os portões serão abertos às 7h30 e fechados às 8h30, observando o horário local.

A entrega dos títulos também será realizada no dia 20 de janeiro, porém no turno vespertino. Os portões serão abertos às 14h30 e fechados às 18h30, horário do Acre.

O candidato deverá anexar à frente dos documentos o formulário de títulos (disponível no site www.ibade.org.br), informar, para cada documento, o número de ordem e o item a que o título se refere no quadro de pontuação (A, B e C) e descrever todos os documentos que estão sendo entregues.

Fonte: SEE

terça-feira, 22 de janeiro de 2019

Educação e PMAC discutem criação de novos colégios militares e segurança nas escolas

Representantes da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (SEE) e do comando-geral da Polícia Militar do Acre (PMAC) se reuniram esta semana com o vice-governador Major Rocha para tratar de algumas demandas executadas de maneira conjunta pelas duas pastas.

O vice-governador Major Rocha disse que a implantação de um colégio militar no Juruá é um compromisso do Estado (Foto: Eduardo Gomes/SEE)
O primeiro assunto discutido foi a criação de outros colégios militares na capital e o primeiro no Vale do Juruá. O vice-governador sugeriu que a SEE e a PMAC utilizem uma unidade escolar que já existe e que só foi utilizada pelo Estado nos últimos seis meses de 2018.

“Nós temos uma escola nova, estruturada e que está localizada em um bairro que precisa de ações mais efetivas do poder público. Nossa ideia é preparar essa unidade para abrigar o primeiro colégio militar do Juruá. Educação e Polícia Militar devem iniciar o planejamento o mais breve possível, para que possamos dar esse presente à população de Cruzeiro do Sul”, disse Major Rocha.

Atualmente Rio Branco conta com dois colégios militares em regionais distintas da capital. O Militar Tiradentes, no Calafate, e o Militar Dom Pedro II, no bairro Santo Afonso, atendem estudantes do Ensino Fundamental II e abrem turmas do Ensino Médio já em 2019.

“Essa cooperação entre SEE, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar tem rendido bons resultados. Os alunos estão empenhados e os métodos de ensino têm agradado os pais e responsáveis. A meta é levar esse modelo para as cidades do interior”, afirmou Mauro Sérgio Cruz, secretário de Educação, Cultura e Esportes.

PMAC fará um levantamento do efetivo que poderá integrar o policiamento escolar (Foto: Eduardo Gomes/SEE)
Segurança nas escolas

Outro assunto tratado durante o encontro foi a segurança nas unidades educacionais. Nos últimos meses muitas escolas sofreram ataques de vandalismo e algumas foram completamente saqueadas. O mais recente episódio dessa natureza foi registrado no último fim de semana na Escola Jovem Boa União, localizada na Baixada do Sol.

Educação e Polícia Militar devem celebrar um acordo de cooperação para que o patrulhamento das escolas seja reforçado. O comando-geral da PMAC fará um levantamento de quantos soldados e praças poderão reforçar o policiamento escolar.

“É dever da Polícia Militar garantir a segurança da população. Os espaços coletivos fazem parte da vida das pessoas e não podemos admitir que sejam depredados ou saqueados por quem infringe a lei”, afirmou o coronel Mário César, comandante-geral da PMAC.

Fonte:SEE

segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

Instituto Dom Moacyr reforça importância do ensino profissional e tecnológico

Desde a reforma administrativa proposta pelo governador Gladson Cameli e aprovada no final do ano passado pela Assembleia Legislativa (Aleac), uma série de dúvidas pairavam sobre a continuação das ações do antigo Instituto Dom Moacyr (IDM), então responsável pelos cursos profissionalizantes.

A diretora do Departamento de Ensino Profissional da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (SEE), professora Mara Lima Bezerra, explicou que nenhum curso, nenhum programa ou projeto terá prejuízos e os cursos oferecidos à comunidade continuarão sendo ofertados. Ela defende, inclusive, que a educação profissional deve mesmo ser gerenciada pelo Estado, exatamente por estar mais próxima da educação básica.


Professora Mara Lima: “vamos oferecer uma
educação profissional com mais qualidade”.
Foto: Mardilson Gomes
“Com a reforma do ensino médio, as ações se juntam e, portanto, as atribuições do Departamento não terão nenhum prejuízo, pois temos condições de continuar fazendo o mesmo trabalho e talvez até com mais qualidade. Como servidora e como defensora da educação profissional eu não vejo prejuízo”, fez questão de dizer.

Quanto aos cursos que estão sendo ofertados, destacou que “continuarão da mesma forma”. Isto porque, segundo ela, em relação aos cursos oferecidos pelo Pronatec, ligados ao Ministério da Educação (MEC), a SEE tanto pode ser a demandante como também a própria executora. “A gente só precisa fazer os trâmites legais para sair do CNPJ do IDM para que o recurso venha para a própria Secretaria”, explicou.

Ainda de acordo com Mara Lima, atualmente, há oito cursos em andamento e cujas aulas já foram retomadas, exceto na zona rural de difícil acesso. Os cursos que já foram pactuados são de piscicultura e de computação gráfica, onde as aulas acontecerão em Rio Branco e em Cruzeiro do Sul e também na Usina de Artes João Donato na área da cultura.

Os novos cursos estão com o início das aulas previsto para o dia 16 de março. “Esse é o cronograma do MEC que a gente segue, então as pessoas não precisam se preocupar, a gente só está mudando a nomenclatura, pois o IDM, embora tivesse autonomia administrativa e financeira, era vinculado à Secretaria de Educação”, afirmou.

fonte: SEE

Centro de Estudo de Línguas oferece mil vagas para o primeiro semestre de 2019

A Secretaria de Educação, Cultura e Esportes do Acre (SEE) publicou na edição do Diário Oficial do Estado (DOE) desta segunda-feira, 21, edital para novas matrículas no Centro de Estudo de Línguas (CEL). Para o primeiro semestre de 2019 estão sendo disponibilizadas mil vagas para estudantes da rede pública e comunidade.

Alunos do Centro de Estudos de Língua em cerimônia de formatura, no Teatrão; oportunidade de aprender um novo idioma (Foto: Mardilson Gomes/SEE)
Nesta etapa o CEL vai ofertar cursos de inglês, espanhol, francês, italiano e Língua Brasileira de Sinais (Libras) na sede do bairro Bosque e seus respectivos núcleos. As matrículas poderão ser realizadas entre os dias 11 e 15 de fevereiro, na seguinte ordem:

11 e 12 de fevereiro: matrículas para estudantes da rede pública;

13 e 14 de fevereiro: matrículas para comunidade, havendo vagas remanescentes;

15 de fevereiro: matrículas para o curso de libras;
Matrículas

As matrículas serão realizadas presencialmente na sede do Centro de Estudo de Línguas, localizado na Avenida Getúlio Vargas, nº 3030, no bairro Bosque. Nos cinco dias de atendimento as senhas serão entregues das 7h30 às 13 horas ou antes, caso as senhas se esgotem.

Estudantes da rede precisam apresentar, no ato da matrícula, cópia do RG ou Certidão de Nascimento, cópia do CPF e comprovante de matrícula do ano corrente.

Pessoas da comunidade precisam apresentar cópia do RG ou Certidão de Nascimento, cópia do CPF, comprovante de matrícula em escola particular ou cópia do comprovante de conclusão do ensino médio ou superior.

As aulas no CEL têm previsão de início para o dia 18 de março e ocorrerão pela manhã, tarde e noite.

Para outras informações, clique aqui e acesse o edital!

fonte:SEE

Educação recebe utensílios de cozinha e beneficia escolas da zona rural

Os utensílios serão enviados às escolas da zona rural (Foto: Eduardo Gomes/SEE)
Uma parceria entre as secretarias de Educação, Cultura e Esportes (SEE) e Empreendedorismo e Turismo (Seet) vai disponibilizar utensílios de cozinha para serem utilizados pelas escolas da zona rural. Os 80 bules, fabricados em alumínio e com capacidade de 4,4 litros, foram entregues na manhã desta sexta-feira, 18, na Casa do Artesão, espaço administrado pelo departamento de artesanato da Sete.

O material fazia parte de kits entregues pela antiga Secretaria de Pequenos Negócios e estava no depósito da instituição há algum tempo. A nova titular da pasta de Empreendedorismo e Turismo, Eliane Sinhasique, viu na doação dos bules à SEE uma oportunidade de aproveitar os utensílios adquiridos pelo poder público.

“A Educação pode utilizar esses bules nas suas diversas escolas e unidades administrativas. Pode-se servir café, água e até o suco da merenda escolar. Tenho certeza que serão bem utilizados pelas merendeiras, professores e alunos”, afirmou Sinhasique.

Seet e SEE têm trabalhado em regime de cooperação (Foto: Eduardo Gomes/SEE)
Os bules serão enviados nos próximos dias às escolas da zona rural, que têm mais necessidades de utensílios de cozinha. O secretário de Educação, Cultura e Esportes, Mauro Sérgio Cruz, agradeceu a parceria e lembrou que todas as ações do Estado estão ligadas de maneira interinstitucional.

“O Estado atua em todas as áreas da sociedade e nossas ações estão sempre muito bem organizadas. Essa parceria com a Secretaria de Empreendedorismo e Turismo já está sendo muito satisfatória e será fortalecida, pois queremos beneficiar toda a comunidade escolar com nossas atividades”, afirmou Mauro Sérgio Cruz.

fonte:SEE

Educação vai selecionar professores para intercâmbio nos Estados Unidos

A Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (SEE), por meio do Centro de Estudo de Línguas (CEL), vai selecionar professores para participar de um programa de intercâmbio nos Estados Unidos, edição 2019/2020, o (DAÍ).

O programa, que conta com o apoio do Conselho Nacional de Secretários de Educação (CONSED), tem por finalidade levar professores de inglês da rede pública de ensino para realizar, durante um semestre, projetos individuais ou em grupos, auditar cursos para desenvolvimento profissional em universidades anfitriãs e compartilhar conhecimentos.

Oportunidade é para professores de inglês da rede pública.Foto: Arquivo SEE
De acordo com a coordenadora do CEL, professora Kelen Duarte, é importante os professores de inglês ficarem atentos porque o intercâmbio é uma excelente oportunidade, não apenas de conhecer uma nova cultura, mas também de ampliar os conhecimentos e aplica-los em sala de aula.

Para concorrer à seleção do intercâmbio é necessário que o professor seja do quadro efetivo. Maiores informações, como prazos de inscrição e seleção, podem ser obtidas na sede do próprio Centro de Línguas, localizado na Avenida Getúlio Vargas, 3.030, próximo ao Instituto de Educação Lourenço Filho (IELF) e Hemoacre.

fonte:SEE

No Acre, matrículas para 2,6 mil vagas no ensino integral começam nesta segunda, 21 de janeiro

No Acre, matrículas para 2,6 mil vagas no ensino integral começam dia 21 de janeiro — Foto: Mágila Campos/Ascom
Quem tem filhos que concluíram o ensino fundamental deve ficar atento às matrículas nas escolas de ensino médio em tempo integral no Acre. É que na próxima semana começam as matrículas para 2,6 mil vagas.

Ao todo, o estado tem dez escolas que oferecem o ensino médio em tempo integral, sendo sete em Rio Branco e outras três no interior, em Cruzeiro do Sul, Tarauacá e Brasileia.

Para os estudantes que concluíram o ensino fundamental na rede pública e foram encaminhados pela própria escola para os colégios de ensino integral, as inscrições vão abrir de 21 a 25 de janeiro. Para os demais interessados, as inscrições devem ser feitas de 28 de janeiro a 8 de fevereiro na central de matrículas, no Crie, no Centro de Rio Branco.

O diretor de Gestão da Secretaria de Educação, João Lima, afirmou que não será preciso fazer sorteio, já que o número de vagas é suficiente para a demanda. Ele informou quais são os documentos que precisam ser levados para a matrícula.

“É preciso apresentar declaração ou histórico de conclusão do ensino fundamental, além de identidade, CPF e comprovante de endereço. Temos vagas para atender todos os alunos que desejarem. Não vai precisar de sorteio, é só se dirigir à escola da sua regional. Todo zoneamento [de Rio Branco] está contemplado por essa modalidade de ensino”

FONTE: G1