segunda-feira, 16 de maio de 2016

EDUCAÇÃO: Governo capacita 250 educadores para atuar na erradicação do analfabetismo


Só construímos uma nova sociedade quando concedemos às pessoas o direito ao conhecimento. E aqui está o maior desafio que já tivemos na história do Acre: sermos o primeiro estado brasileiro a zerar o analfabetismo.”

A afirmativa é do governador Tião Viana, durante solenidade de diplomação de 250 educadores capacitados para atuar no programa de Erradicação do Analfabetismo, o “Quero Ler”, na manhã desta segunda-feira, 16, no auditório da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE).

O curso foi promovido pela SEE nos dias 11, 12, e 13 de maio, e os professores capacitados irão atuar na zona urbana de Rio Branco.

“Na semana que vem vamos capacitar mais 120 educadores para a zona rural. A meta do governo é trabalhar com mais de mil turmas em 2016”, conta o secretário adjunto de Educação e coordenador do programa “Quero Ler”, Moisés Diniz.

Participaram da solenidade de encerramento do curso os deputados estaduais Daniel Zen e Heitor Júnior, o deputado federal Léo de Brito, o vice-prefeito de Rio Branco e secretário municipal de Educação, Márcio Batista, secretários de governo e coordenadores da SEE.

“Hoje são 250 professores capacitados, e estamos chegando a 4.800 matrículas das cinco mil de meta, só em Rio Branco, para este ano. Queremos até o fim do ano que vem caminhar para anunciar o ‘zero’ de analfabetismo em muitos municípios do Acre”, afirmou Tião Viana.

O secretário de Educação, Marco Brandão, contou que as aulas já devem se iniciar no dia 23 de maio. “O desafio do governo está posto, e nós vamos conseguir atingir a nossa meta, que é levar as letras e o conhecimento para cada cidadão acreano que tem o direito de tê-los”, destacou o gestor.

Márcio Batista disse que a prefeitura é uma forte aliada do programa e que, junto ao governo do Estado, ajudará a expandir o novo modelo educacional que o Acre experimenta. “Somos apoiadores desse importante programa, que vai erradicar o analfabetismo em todo o estado”, pontuou o vice-prefeito.

Mais R$ 6 milhões para o “Quero Ler”

Em sua última agenda em Brasília, Tião Viana conseguiu assegurar mais R$ 6 milhões para o programa “Quero Ler”. Em nome dos professores capacitados, a educadora Lenisse Lima disse que se sente valorizada e honrada por trabalhar num programa tão importante para a educação acreana.

Agradeço ao governador Tião Viana por mais essa oportunidade, pela qualificação valorosa que tivemos. Eu trabalho nesse programa desde 2011, e minha vida como professora começou a partir desse projeto”, contou Lenisse.

A coordenadora do programa “Alfa Zero”, Maria Augusta, lembrou que o governo do Estado atua há mais de 13 anos nessa causa, e que o Acre já libertou mais de 80 mil pessoas da “escuridão”. “Com esse programa, concedemos luz e conhecimento a diversas pessoas que por alguma razão não tiveram acesso ao ensino básico”, conta.

O que disseram:

Hoje o programa Quero Ler dá mais um passo. E nós, em nome da Assembleia Legislativa do Acre; nos comprometemos aprovar em poucos dias o Projeto de Lei, encaminhado pela Casa Civil do governo, que visa complementar a bolsa dos alfabetizadores.” – Daniel Zen, deputado estadual.

Aqui eu falo sobre democracia e educação. E destaco nossa atuação junto ao Ministério da Educação, e à presidente Dilma Rousseff, numa parceria que foi essencial para a consolidação do programa. Os resultados do Acre são incomparáveis aos outros estados.” – Léo de Brito, deputado federal.

Parabéns a todos vocês, que farão os resultados desse programa em todo o estado. Parabéns ao governo e à estrutura da SEE, por oferecerem conhecimento a quem precisa.” – Heitor Júnior, deputado estadual.

Fonte: Agência de Notícias do Acre

Nenhum comentário:

Postar um comentário