quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Educação apresenta programa de ensino em tempo integral ao MPE

A implantação de escolas de tempo integral no ensino médio que se dará inicialmente em sete unidades de Rio Branco (Foto: Arquivo SEE)
O secretário de Estado de Educação e Esporte (SEE), Marco Brandão, reuniu-se com o procurador-geral do Ministério Público do Acre (MPE/AC), Osvaldo Albuquerque, na manhã desta terça-feira, 24, para explicar e debater a implantação de escolas de tempo integral no ensino médio, que se dará inicialmente em sete unidades de Rio Branco.

Ao procurador-geral, o secretário explanou o conceito de escola em tempo integral, frisando os esforços do governo do Acre para melhorar a qualidade do ensino. Dos R$ 28 milhões que serão investidos em 2017, R$ 21 milhões são do orçamento do Estado.

A partir de 2018, serão contempladas mais cinco escolas, uma em cada regional do estado (Baixo Acre, Alto Acre, Cruzeiro do Sul, Sena Madureira e Tarauacá), o que irá contemplar dez mil alunos.

“O MPE é um parceiro importante e sempre atuou conosco em todas as políticas públicas relacionadas com o desenvolvimento das pessoas e da educação em nosso Estado”, explicou o secretário.

O procurador-geral Osvaldo Albuquerque colocou o MPE à disposição do governo do Acre na implantação do projeto por meio da participação nos comitês e nos grupos de trabalho.

“Estamos felizes em participar desse momento porque vemos aqui o futuro da nossa juventude, a implantação de uma nova realidade cultural e educacional e, por isso, apoiamos integralmente. A sociedade só tem a ganhar”, afirmou o procurador.

A reunião foi realizada na sede do MPE e acompanhada pela diretora de Ensino da SEE, professora Rúbia Cavalcante, e pela coordenadora responsável pelo projeto em Rio Branco, Emily Areal.

Fonte: Agência de Notícias do Acre

Nenhum comentário:

Postar um comentário