sexta-feira, 30 de março de 2018

FELIZ PÁSCOA: MENSAGEM DO NÚCLEO DE TARAUACÁ


Coordenadores e servidores do Núcleo Estadual de Educação, Gestores e Servidores das Escolas da Rede Estadual, desejam ao povo de Tarauacá, especialmente às comunidades escolares, uma feliz páscoa em seu verdadeiro sentido, que é Ressurreição de Jesus, após o sacrifício na Cruz. 


A PÁSCOA

Muitos, conhecem a história da Páscoa como uma celebração a ressurreição de Cristo após sua morte e crucificação e também pelos diversos costumes que se criaram nesse período pascal, mas o que muitos não sabem é que esse período começa no domingo da ressurreição e termina no domingo de Pentecostes (com duração de 50 dias) e nos prepara para receber o Espírito Santo prometido.

O nome Páscoa é de origem hebraica, da palavra Pessachque significa “passagem”, e leva esse nome pois antes de ser a festa da ressurreição, marcava o final do inverno e a chegada da primavera.

Para os cristãos, a Páscoa simboliza a ressurreição de Cristo três dias após a sua morte na cruz e por isso é considerada um fundamento da fé cristã.

Porém muitos vem a Páscoa como uma esperança viva dada por Deus ao homens e essa esperança está sempre envolvida por muitos símbolos e estão entre eles:

Cruz: simboliza a vitória de Jesus sobre a morte.
Pão e vinho: representa a vida eterna de Jesus. (em sua última ceia, Jesus ofereceu pão e vinho aos discípulos enfatizando que o pão era o seu corpo e o vinho era o seu sangue).
Cordeiro: simboliza Jesus Cristo por ter se sacrificado em prol do seu rebanho.
Óleos santos: simboliza o Espírito Santo e são representados pelos óleos sacramentais utilizados no batismo, crisma e em unções de enfermos abençoados por bispos e sacerdotes durante a Missa do Crisma que ocorre na Quinta-feira Santa.
Água: utilizada no Sábado Santo, simboliza a pureza e a renovação de Cristo.
Coelhos: símbolo da fertilidade. Está associado a capacidade que a Igreja tem de produzir novos discípulos e espalhar a mensagem de Cristo.
Ovos de Páscoa: simbolizam o nascimento para uma nova vida já que os cristãos do Oriente foram os primeiros a dar ovos coloridos na Páscoa com essa intenção.

Devemos lembrar também que durante toda a Semana Santa (semana que antecede a Páscoa) ocorre a celebração da Paixão de Cristo, sua morte e ressureição e a primeira delas já acontece no Domingo de Ramos. Ela relembra a entrada triunfal de Jesus Cristo em Jerusalém e tem esse nome pois o povo cortou ramos de árvores para cobrir o chão por onde Ele passava.

O domingo de Páscoa celebra a festa da vida. É nele onde são referenciadas a última Ceia, a prisão, julgamento, condenação, crucificação e ressurreição de Cristo e é nele que somos convidados à nossa ressurreição.

Ou seja, a Páscoa é um período para agradecermos a Jesus pelo sacrificio e também para pensar em todos os nossos atos e renovar os votos perante a Deus para sermos cada vez melhores e dignos desse ato tão nobre para nos libertar e nos dar a vida.

Assessoria de Comunicação 
Núcleo de Tarauacá
Com informações de http://www.nossasagradafamilia.com.br

quarta-feira, 28 de março de 2018

PROGRAMA QUERO LER E A DIGNA MISSÃO DE ENSINAR O POVO A LER E ESCREVER


Em Tarauacá está acontecendo atualmente um verdadeiro movimento de alfabetização. Professores,  coordenadores e outros alfabetizadores estão em escolas, clubes, igrejas, residências ou qualquer que seja o espaço que possa se transformar numa sala de aula do Programa Quero Ler. O programa tem como objetivo ampliar a oferta para alunos que fazem parte da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e também a alfabetização de pessoas acima de 15 anos que não tiveram acesso à educação básica. A iniciativa faz parte das metas do Plano Nacional de Educação (PNE) e tem como proposta erradicar o analfabetismo no Brasil até 2024, quando acaba a vigência do plano.

De acordo com o coordenador do programa em Tarauacá, Professor Francisco Sousa, em 2018, somente na zona urbana do município, já teve início o processo de alfabetização de setecentos e setenta alunos divididos em cinquenta turmas. "Estamos nas escolas, nas residencias, nos clubes, igrejas, becos e trapiches, cumprindo a honrosa missão de ensinar os tarauacaenses a ler e escrever", disse o coordenador.

veja a distribuição:











Assessoria de Comunicação
Núcleo Tarauacá

FORMAÇÃO CONTINUADA DE CIÊNCIAS DA NATUREZA PARA PROFESSORES DE ENSINO FUNDAMENTAL II E MÉDIO


Realizou-se dia 22 de março a Formação Continuada de Ciências da Natureza para professores do Ensino Fundamental II e Médio com os seguintes objetivos: Desenvolver procedimentos adequados de estudo dos textos informativos/expositivos utilizados nas diferentes áreas de conhecimento no desenvolvimento de atividades experimentais com materiais de fácil acesso; Exercitar o uso da escrita como instrumento de planejamento, aprendizagem e comunicação de conhecimento; Reconhecer a importância da experimentação como ferramenta no processo de ensino-aprendizagem.






Programa especial licencia 25 professores em Tarauacá

A Universidade Federal do Acre (Ufac) concluiu a formação da turma do Programa Especial de Formação de Professores de Matemática (Proemat) no município de Tarauacá. A cerimônia de colação de grau foi realizada na última sexta-feira, 23, no auditório do Instituto Federal do Acre (Ifac).
Iniciado em 2013, o programa é resultado de um convênio da Ufac com o Governo do Estado do Acre, através da Secretaria de Estado de Educação e Esporte, com o objetivo de levar formação a professores pertencentes ao quadro do Estado em Tarauacá, Cruzeiro do Sul, Brasileia e Rio Branco. A coordenação do programa é do professor Edcarlos Miranda. 
Em Tarauacá foram certificados 25 novos professores licenciados em Matemática. Na terça-feira, 27, a agenda de colações de grau segue com a diplomação dos formandos do programa em Cruzeiro do Sul.
Assessoria UFAC

terça-feira, 27 de março de 2018

NÚCLEO PROMOVE FORMAÇÃO CONTINUADA NA ÁREA DE CIÊNCIAS HUMANAS


Núcleo Estadual de Educação através de sua equipe pedagógica realizou no dia 21 de março a Primeira Formação Continuada na área de Ciências Humanas, destinada aos professores do Ensino Fundamental II e Médio.

A ação teve os seguintes objetivos: 

-n Proporcionar aos professores compreensão sobre as Leis 10.639/03 e 11.645/08 que obrigam o ensino de História e Cultura Afro-Brasileira, Africana e Indígena serem implementadas no currículo oficial da Educação Básica; 

Proporcionar aos professores de Ciências Humanas trocas de práticas pedagógicas exitosas que contribuam para o planejamento de atividades significativas, visando o enfrentamento ao racismo e à discriminação racial no espaço escolar; 

Oferecer aos professores sugestões metodológicas que favoreçam o desenvolvimento de práticas pedagógicas promotoras da igualdade racial no ambiente escolar e na comunidade em geral.






REDE ESTADUAL DE ENSINO EM RECESSO NESTA QUINTA E SEXTA FEIRA (FERIADOS RELIGIOSOS)


O Núcleo Estadual de Educação de Tarauacá comunica a toda a sociedade tarauacaense, que em decorrência dos feriados religiosos de quinta e sexta feira, não haverá expediente nas escolas e nos órgãos da administração da rede estadual de educação.

Assessoria de Comunicação
Núcleo de Tarauacá 

ESCOLA PLÁCIDO DE CASTRO TERÁ PROGRAMAÇÃO ESPECIAL PARA COMEMORAR 62 ANOS DE FUNDAÇÃO.


A Comunidade da Escola Plácido de Castro terá programação especial para comemorar os 62 anos de sua fundação. O evento está programado para o dia 14 de abril e contará com atividades culturais, esportivas, concurso de beleza, bingo e outras. 

A Escola foi instalada em Tarauacá no dia 27 de março de 1956, através do Decreto n° 44, de 23 de março de 1953, com a denominação " Curso Normal Regional, funcionando em prédio provisório na escola João Ribeiro. Na época, a direção ficou sob a responsabilidade da professora ISABEL MONTEIRO MEDEIROS.

Em 1974, passou a chamar-se Escola de Ensino Fundamental Plácido de Castro em homenagem ao herói da Revolução Acreana Cel. José Plácido de Castro, funcionando em prédio próprio.

segunda-feira, 26 de março de 2018

NOTA DE PESAR PELO FALECIMENTO DE IOLANDA ANGELIN

A professora Francisca Aragão vem a público manifestar o mais profundo pesar pelo falecimento de Iolanda Araújo Angelim, mãe do amigo e Professor e Deputado Raimundo Angelim.

Natural de Tarauacá, Iolanda faleceu no último domingo, 25 de março, de causas naturais, aos 85 anos de idade. Ela nasceu em Tarauacá, era viúva e deixou quatro filhos: Rosângela, Francisca, Ronei e Angelim.

Em nome da população tarauacaense, desejamos condolências a todos os familiares.

Professora Francisca Aragão Leite

Professora acreana é destaque na Região Norte por utilizar a plataforma Educ

Tarefas de casa por rede social, jogos online, interatividade pela internet. Acha impossível conduzir a Língua Portuguesa dessa maneira? A professora acreana Rosineide Bonfim, não! Muito pelo contrário, ela até tornou-se um dos destaques na Região Norte do país por ser a educadora que mais utilizou ferramentas digitais no ensino público do Acre.

Professora no Instituto São José (ISJ), na capital, há mais de três anos, ela ousou ao estabelecer o uso de ferramentas tecnológicas em sala de aula para otimizar o seu plano pedagógico. Atualmente a Plataforma Digital Educ é uma peça fundamental em seu método de ensino/aprendizagem.

“Educar e ensinar na era das mídias digitais não é tarefa fácil, e poderia ser ainda mais difícil se eu não tivesse apoio de plataformas onlines que facilitassem a minha troca de informações com os meus alunos, dentro e fora da escola”, afirma Rosineide.

Por conta disso, a professora foi selecionada para participar do IV Encontro da Rede de Lideranças da Escola Digital, com a coordenadora do Núcleo de Educação Tecnológica (NTE) da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE), Gleice Moreira. O encontro ocorre esta semana, em São Paulo.
Rosineide Bonfim é professora do ISJ de Rio Branco (Foto: Mágila Campos)
“Serão dois dias de reunião com representantes das secretarias estaduais de educação do Brasil para debatermos o uso da tecnologia nas escolas e conhecer as conquistas das diferentes redes de ensino que já customizaram a sua plataforma”, diz a coordenadora.

A plataforma acreana

Educ é uma plataforma educacional do Acre, conectada com a era tecnológica. A ferramenta foi customizada pela SEE e possui mais de seis mil objetos digitais de aprendizagem, os chamados ODA – animações, infográficos, vídeoaulas e jogos, que são disponibilizados gratuitamente à comunidade escolar.

A plataforma está disponível para todos os professores do Estado. Os softwares auxiliam no planejamento pedagógico e na dinamização das aulas. Online, dá para trabalhar gêneros diversos com histórias em quadrinhos, poemas, trava-línguas e curta-metragem.

A professora do ISJ se apropriou disso e a instituição já colhe os frutos do empenho de Rosineide baseado na plataforma Educ, já que as turmas em que ela ministrou as aulas alcançaram nota máxima na Prova Brasil, avaliação para diagnóstico, desenvolvida pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep/MEC).

“O uso das tecnologias tornam as aulas mais inovadoras do que só o quadro e o giz” (Foto: Mágila Campos)
Reflexos no ensino

O Instituto onde a docente leciona é atualmente uma instituição que funciona como escola pública, por contrato de subvenção social, atende hoje 1.288 alunos, abrangendo ensino fundamental I e II e ensino médio.

Para a professora, o destaque foi uma grata surpresa já que inclinou o interesse pelas novas tecnologias há pouco tempo, incentivada pela coordenadora geral da escola, Irmã Cirlanda. Ela que há quatro anos, não possuía nenhuma rede social, hoje já é mestra no assunto.

“Para mim foi surpreendente porque iniciei minha formação digital há pouco tempo, mas, desde então, não larguei mais as plataformas digitais como ferramenta da educação. Tive um choque de realidade por meio dos cursos digitais e fui me qualificando a cada dia mais, em relação às mídias. Foi um esforço grande, mas deu resultado”, frisa Bonfim.

Na Educ, é possível criar objetos de aprendizagem que colaboram com o que é tratado em sala de aula. “Temos uma revista muito bacana sobre literatura, que trato com eles por meio da plataforma e eles podem ver também o lado bom da internet, que é o da aprendizagem”, ressalta Rosineide.

A ferramenta possui mais de seis mil objetos digitais de aprendizagem (Foto: Mágila Campos)
Além disso, a docente explica que o uso dos softwares estreitam os laços entre professor e aluno e extrapolam os muros da escola. “Temos jogos que diferenciam poema e poesia, grupos em aplicativos em que realizamos simulados aos finais de semana, tudo isso é fantástico, porque eu converso de igual para igual com os alunos, por meio dessas ferramentas”, conta.

A coordenadora do NTE, da SEE, ressalta que a professora do ISJ é um exemplo de que os aplicativos dão muitas possibilidades para inserir a tecnologia no cotidiano da escola. “O uso das tecnologias tornam as aulas mais inovadoras do que só o quadro e o giz”, ressalta Gleice.

E que hoje em dia o professor pode otimizar o seu plano pedagógico com esse tipo de recurso. “Ela conseguiu se destacar, porque ela gostou muito de alguns objetos e então favoritou. A plataforma possibilita que o usuário possa compartilhar os objetos que encontra para os outros utilizarem as mesmas ferramentas”, diz. É uma espécie de validação do conteúdo, a pessoa conhece, utiliza e divulga.




Secom/Acre

Polícia Militar inicia ano letivo da Guarda Mirim em Cruzeiro do Sul

O projeto Guarda Mirim tem como foco a inclusão social e a elevação da autoestima de jovens e adolescentes (Foto: Val Fernandes/Secom)
Secom/Acre - A Polícia Militar do Acre, por meio do 8º Batalhão de Cruzeiro do Sul, deu início na manhã deste sábado, 24, ao ano letivo da Guarda Mirim, projeto que tem como foco a inclusão social e a elevação da autoestima de jovens e adolescentes.

Por meio de atividades teóricas e práticas, além de cursos diversos, o projeto visa despertar nos jovens o espírito humanitário e solidário e a consciência cidadã, além de envolvê-los em ações cívicas e culturais com base nos fundamentos dos direitos humanos.

A vice-governadora, Nazareth Araújo participou do evento e foi homenageada pelo apoio que tem dado a iniciativa. “Espero que cada dia dos jovens que estão iniciando a experiência da Guarda Mirim de 2018, seja de aprendizado, de convivência harmoniosa, disciplina e de amor ao próximo. Não existe alegria maior que transformar a realidade de jovens e vê-los se tornando cidadãos de bem e profissionais competentes”, falou.

O primeiro tenente e responsável pela Guarda Mirim de Cruzeiro do Sul, Alderlei Almeida, frisou que, mais importante que ensinar através do exemplo, das palavras e dos conselhos, é colocar essas crianças e adolescentes num ambiente onde eles vivenciem aquilo que queremos que eles aprendam.

“Espero que cada dia dos jovens que estão iniciando a experiência da Guarda Mirim seja de aprendizado, de convivência harmoniosa, disciplina e de amor ao próximo (Foto: Val Fernandes/Secom)
“Quando fazemos todos os ritos da PM com os guardas mirins queremos que se sintam cidadãos. A ideia é despertar neles a vontade de praticar coisas boas para suas vidas e para a sociedade. O mais importante é eles se sentirem respeitados”, destacou o tenente.

José Rafael Ferreira, três anos de Guarda Mirim, revelou que está vivenciando uma experiência maravilhosa. “Antes eu não conhecia a rotina da PM, hoje tenho mais responsabilidade e sou mais disciplinado. São ganhos que levaremos para a vida toda”, afirmou.

Ana Beatriz Silva, Cabo da Guarda Mirim revelou: “Ser Guarda Mirim é ajudar a sociedade. Aqui temos a oportunidade de tirar pessoas da rua e da violência. Para mim é uma honra e um ensinamento fazer parte dessa equipe. Tenho um sonho de um dia ser tenente da PM, vou realizar esse sonho”, confessou.