quarta-feira, 30 de maio de 2018

MOVIMENTO MAIO AMARELO EM TARAUACÁ - 2018


Com a participação de estudantes, professores, gestores e autoridades, foi realizado um ato de encerramento das atividades do Movimento "Maio Amarelo" em Tarauacá. 

A professora Francisca Aragão representou a Secretaria Estadual de Educação, as secretárias Edna Yawanawá e Jamie Fahat representaram a prefeitura, além de representantes do IFAC, Sinteac e uma Equipe do Detran. 


O Major Felipe Russo, Comandante da Policia Militar , fez uma explanação sobre as condições atuais do trânsito no país, suas consequências e também apontou as possíveis saídas  problemas decorrentes da falta de educação.. O Militar fez ainda uma relato sobre o trânsito no município de Tarauacá.


A campanha organizada pelo Observatório Nacional de Segurança Viária e Governo do Acre, chama a atenção da sociedade para as questões relacionadas a educação e às leis de trânsito. 


A Rede Estadual de Educação em parceira do DETRAN promoveram durante dodo o mês de maio, muitas palestras no interior das escolas com o objetivo de conscientizar os jovens sobre o transito. 


Assessoria de Comunicação
Núcleo de Tarauacá

todas as fotos AQUI

terça-feira, 29 de maio de 2018

ATO DE ENCERRAMENTO DO MOVIMENTO MAIO AMARELO ACONTECE NESTA QUARTA FEIRA EM TARAUACÁ.


Nesta quarta feira, 30 de maio, a Rede Estadual de Educação em parceira do DETRAN promoverão um grande Ato de Encerramento da das atividades do Movimento "Maio Amarelo" em Tarauacá. A Ação organizado pelo Observatório Nacional de Segurança Viária e Governo do Acre, que em 2018 chega à sua 5ª edição e que chama a atenção da população para as questões relacionadas a educação e às leis de trânsito.

O ato, que contará com a presença das comunidades escolares, órgão públicos, autoridades e população, será realizado nesta quarta feira, 30 de maio, às 16 horas, na Praça Valério Caldas de Magalhães. 


Assessoria de Comunicação
Núcleo de Educação
Tarauacá

segunda-feira, 28 de maio de 2018

Solenidade de Abertura Oficial do Censo Escolar 2018 acontece no próximo dia 5 de junho



O Governo do Estado do Acre realizará uma solenidade de abertura oficial do Censo Escolar 2018, em em Tarauacá, no dia 5 de Junho  (terça feira), no auditório do CEDUP, a partir da 08:30h. O evento contará com a presença e a participação de gestores escolares, Coordenadores do Núcleo, Secretário Municipal de Educação, técnicos, além de servidores das redes de educação. As informações são do Professor Dagoberto Guimarães, representante da Divisão de Estudos e Pesquisas Educacionais – DEPE em Tarauacá.


O Censo é um levantamento de dados estatístico-educacionais de âmbito nacional realizado pelo INEP, com a colaboração da Secretaria Estadual e Secretarias Municipais de Educação, e com a participação de todas as escolas públicas e privadas do país. É o principal instrumento de coleta de informações da educação básica, que abrange as suas diferentes etapas e modalidades de ensino. As informações sobre as escolas, as turmas, os professores e os alunos coletadas pelo censo são armazenadas em um sistema chamado educacenso. Estas informações auxiliam o poder público na tomada de decisões, bem como no planejamento de ações para aprimorar a qualidade da educação. 

No Acre, o Censo Escolar é acompanhado pela Divisão de Estudos e Pesquisas Educacionais – DEPE, órgão da SEE vinculada ao INEP/MEC, cuja missão é promover estudos, pesquisas e avaliações sobre o Sistema Educacional com o objetivo de subsidiar a formulação e implementação de políticas públicas para a área educacional, a partir de parâmetros de qualidade e equidade, bem como produzir informações claras e confiáveis aos gestores, pesquisadores, educadores e o público em geral. Em Tarauacá, a DEPE tem como representante o Professor Dagoberto Guimarães.

Assessoria de comunicação
Núcleo de Tarauacá 

NÚCLEO DE EDUCAÇÃO PLANEJA REALIZAÇÃO DO VIVER CIÊNCIA ITINERANTE EM TARAUACÁ.


A Professora Francisca Aragão, Coordenadora do Núcleo Estadual de Educação, reuniu sua equipe de trabalho para discutir a realização da Monstra Viver Ciência Itinerante em Tarauacá.

A Coordenadora de Ensino do Núcleo, Professora Vânia Melo, fez uma explanação detalhada e explicou a dinâmica de cada uma das atividades prevista no evento. 

A coordenadora pediu empenho de todos na realização da mostra, distribuiu as tarefas e as equipes de trabalho.

O Viver Ciência Itinerante envolve escolas das redes estadual e municipal e acontece nos dias 7 e 8 de junho, no pátio da Escola Estadual Djalma Batista.

Assessoria de Comunicação
Núcleo de Tarauacá

domingo, 27 de maio de 2018

MOSTRA VIVER CIÊNCIA CHEGA A TARAUACÁ NO INÍCIO DE JUNHO


O Ciência Itinerante é uma modalidade da Mostra Viver Ciência que leva cultura e conhecimento aos municípios acreanos. O evento é promovido pelo governo do Estado, Universidade Federal do Acre (UFAC), parceiros e escolas das rede Estadual e Municipal de Educação.


A Viver Ciência tem o objetivo de inserir a classe estudantil na apresentação de projetos de iniciação científica. É o encontro do saber de centenas de jovens de diversas escolas de ensino fundamental e médio, levando atividades que possibilitem experiências novas no âmbito escolar.


O evento conta com exposições científicas, oficinas, planetário e atividades de matemática divertida, ações dos programas Brincando com a Ciência, Saúde na Ciência e Cine Ciência. Várias atividades culturais, além de apresentação de trabalhos dos professores e alunos, desenvolvidos nas diversas áreas do conhecimento.


Em Tarauacá será realizado no início do mês de junho, esse evento que já se consolidou como um espaço para intercâmbio cultural e científico entre os estudantes de diversas regiões do Acre.


O planetário é uma das atrações e quase sempre o espaço o espaço mais visitado, levando milhares de alunos e comunidade em geral, a conhecer um pouco mais sobre as estrelas, sobre o planeta Terra, as constelações e o sol. É possível, saber, por exemplo, que muitas estrelas já não existem mais o que vemos é apenas o seu brilho.

Viver Ciência Itinerante

Hoje o Viver Ciência ganhou novos conceitos e se dividiu. Além das edições na capital e em Cruzeiro do Sul, a mostra estará presente na Tarauacá/Envira. 

Mostra Acreana de Conhecimento em Tarauacá. 

O evento já faz parte do calendário anual do estado. Em Tarauacá, a Mostra Viver Ciência Itinerante acontece nos dias 7 e 8 de junho, quarta e quinta feira, na Escola Djalma Batista. Em Cruzeiro do Sul, a mostra será realizada nos dias 31 de julho, 1 e 2 de agosto, no campus do Instituto Federal do Acre (Ifac) do Juruá. Em Rio Branco, as atividades estão confirmadas para 29, 30 e 31 de agosto, no campus da Ufac.

sexta-feira, 25 de maio de 2018

Mais de 51 mil pessoas já foram alfabetizadas pelo Quero Ler desde 2016

Ao interpretar os dados, verifica-se que a pesquisa feita pelo IBGE tem como referência os anos anteriores à criação do Quero Ler no Acre (Foto: Sérgio Vale/Secom)
O Quero Ler, maior programa de alfabetização da Região Norte, está fora do contexto da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD) sobre o analfabetismo no Acre. É o que revela a Secretaria de Estado de Educação e Esporte, com base nos próprios números do programa e no período que foi feito o levantamento da PNAD pelo IBGE.

Ao analisar os dados, verifica-se que a pesquisa feita pelo IBGE tem como referência os anos anteriores à existência do Quero Ler no Acre. Os pesquisadores do IBGE levaram em conta o ano de 2016 para tabular os dados em 2017.

Ocorre que o Quero Ler começou apenas em 2016, e, no seu início, em apenas quatro municípios.

“Por isso, a PNAD divulgada agora não reflete a atual situação da alfabetização no estado, uma vez que as primeiras etapas do Quero Ler ganharam volume mesmo somente em 2017”, revela o secretário-adjunto de Educação, Evaldo Viana, um dos coordenadores do programa.

Como as principais etapas do Quero Ler tiveram início somente a partir do segundo semestre de 2017, esse período não foi incluído no levantamento do IBGE.

Ainda conforme Evaldo Viana, “os dados [do IBGE] foram extraídos desde uma amostra probabilística, utilizando informações gerais e que levam em consideração o ritmo regular e esperado da queda do analfabetismo, para obtenção dos números”.

Mais de 50 mil jovens e adultos foram alfabetizados nos 22 municípios acreanos (Foto: Alexandre Noronha/Secom)
“Portanto, eles seriam fieis apenas quando for realizado o Censo em 2020 – algo que também não será possível, justamente porque o Quero Ler está terminando este ano, com a redução de 13% para 4% na taxa de analfabetismo”, explica Viana.

A maior prova de que o Acre está muito à frente do que diz o IBGE, numa pesquisa que teve como referência dados anteriores ao Quero Ler, é que em vários municípios o analfabetismo já foi erradicado em 2017.

Nos 22 municípios acreanos já foram alfabetizados 51 mil jovens e adultos que se inscreveram no programa. E até o fim deste ano, eles chegarão a 60 mil alfabetizados, o que vai conferir ao Acre o posto de estado livre de um problema social.

A ousadia do governador Tião Viana de erradicar o analfabetismo no estado tem como foco o futuro, com um Acre livre da escuridão e pleno do letramento de sua população.

A meta do Quero Ler é reduzir o índice de analfabetismo de 13,1% para 4% da população, de 2016 a 2018. Serão 60.282 jovens, adultos e idosos a partir dos 15 anos de idade até o fim deste ano. Desse total, 32.387 (53,72%) são da zona rural e os outros 27.895 (46,28%), da zona urbana.

Secom/Acre

Governo investe na contratação de mais servidores para a Educação


“Quando eu fui chamada, eu me senti muito feliz, muito grata”. A nova servidora administrativa da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE), Estefani Marinho, comemorou. Ela é uma dos 39 concursados que tomaram posse na manhã desta quinta, 24, em alguns municípios do Estado. Em Rio foram 13 Técnicos Administrativos Educacionais e três professores.

A posse é resultado do esforço do governo do Estado, por meio da Secretaria de Educação e Esporte (SEE) para fortalecer o ensino em todo o Acre.

De acordo com a chefe do departamento de pessoas da SEE, Carmen Braga, a posse dos novos funcionários visa suprir as vagas dos servidores que estão se aposentando, principalmente daqueles que fazem parte do quadro de apoio. Nesta convocação, foram chamados 64 aprovados, por isso, o número de empossados ainda pode mudar.

“Eles trazem uma alma nova para as escolas e para os setores onde eles são lotados”, pontua Carmen.
Até o início de 2018 já foram contratados para o quadro da SEE quase 2 mil servidores (Foto: Eduardo Gomes)
Estas são mais algumas das contratações feitas pelo governo do Estado. Só nos ultimos sete anos, foram contratados 1.573 professores e 395 técnicos educacionais. No mesmo período, foi injetado na folha de pagamento da SEE mais R$ 311,5 milhões, totalizando um aumento de 74,5% no período.

“A gente fica muito honrado de convocar mais um grupo de servidores que irá reforçar a nossa equipe de trabalho. Ano passado, entre Educação e Saúde, o governo já convocou mais de três mil servidores, só na Educação, este ano, passamos de mais de 200 servidores convocados e vamos continuar convocando para completar o nosso quadro” explicou o diretor de recursos da SEE, Ruy Moreno.

Com o novo chamamento, o governo do Estado contabiliza quase 8 mil novos servidores convocados por meio de concursos públicos nas áreas da educação e também saúde, desde 2011.
Sonho realizado

A professora de língua portuguesa Ana Paula Jerônimo conta a emoção de ter sido chamada.

“Na verdade, foi um baque! Eu tenho costume de ler as notícias e quando eu vi um nome no Diário Oficial eu comecei a entrar em pânico, comecei a chorar e as pessoas ficaram olhando para mim, sem entender o que estava acontecendo. Agora, minha perspectiva é voltar a atuar e trabalhar da melhor forma possível, porque, na verdade, a Língua Portuguesa é minha grande paixão”.

quinta-feira, 24 de maio de 2018

NÚCLEO DE EDUCAÇÃO PROMOVE AÇÃO PEDAGÓGICA COM PARTICIPAÇÃO DE PROFISSIONAIS DE RIO BRANCO


O Núcleo Estadual de Educação promoveu nos dias 22 e 23 de maio de 2018, uma importante ação no campo pedagógico para gestores e coordenadores das duas redes de educação. 


Quem esteve no município para conversar com os profissionais locais, foi a Coordenadora do Ensino Fundamental I e Coordenadora Estadual do PNAIC, Professora Socorro Accioli, acompanhada dos formadores da SEE, Professores Antônio Lima, Gislaine Rocha e Euna, para uma visita em nossas escolas da Rede Estadual e Municipal. 


Socorro Accioli se reuniu também com os assessores pedagógicos das duas redes para falar sobre os trabalhos, o processo de formações que estão sendo desenvolvidos e as ações de acompanhamentos nas escolas.





Assessoria de Comunicação
Núcleo de Educação

EM TARAUACÁ, GOVERNO DO ESTADO EMPOSSA NOVOS SERVIDORES DA EDUCAÇÃO


O governo do Estado, por meio do Núcleo da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE) em Tarauacá, empossou na manhã desta quinta-feira, 24 de maio, mais 2 novos servidores do quadro administrativo, concursados em 2013,  que devem atuar nas escolas da rede estadual localizadas no município. A Assinatura dos contratos aconteceu na sede do núcleo de educação.


A Coordenadora do Núcleo, Professora Francisca Aragão, deu boas vindas aos novos integrantes do quadro da educação, falou da importância de ser  servidor público e pediu empenho no desenvolvimento de suas funções e desejou boa sorte a ambos.


Jerônimo de Lima Paz, 35 anos, casado, pai de 2 filhos, exercia trabalho temporário num órgão federal, disse que apesar da demora, a convocação veio num momento muito importante da sua vida. "Recentemente nasceu minha segunda filha, eu estava no último ano do meu emprego temporário e ficava imaginando como eu iria conseguir sustentar minha família sem trabalho. Agradeço a Deus por ter sido convocado", declarou.


Maria Alderlene da Cruz Silva, 33 anos, solteira,  também foi chamada para assumir a sua função de apoio administrativo na rede publica de educação. 

Dois outros servidores convocados não compareceram. 

Assessoria de Comunicação
Núcleo de Tarauacá

NOTA DE PESAR PELO FALECIMENTO DA PROFESSORA ADELAIDE NERI


Com muita tristeza que recebemos no dia de hoje, a notícia do falecimento da Professora e ex-deputada federal, Adelaide da Rocha Neri em Rio branco Acre. 

Natural de Tarauacá, onde estudou e se tornou professora, foi eleita em 1990 pelo PMDB para ocupar uma cadeira de deputada estadual. 

Neste momento de dor e pesar, nos unimos em oração à família e rogamos a Deus para que traga conforto a todos, em especial aos seus filhos Socorro, Marlon, Missilene e Jacqueline.

QUEM FOI ADELAIDE NERI

Esta tarauacaense, filha do sr. Vicente Crescêncio da Rocha e da dona Rosa Machado da Rocha, nascida no Seringal Santo Amaro, estudou e se formou em magistério, vindo a trabalhar como professora na cidade de Tarauacá. 

Com muito esmero, o que levou-a a ser nomeada pelo, então, Governador Nabor Júnior, Diretora do antigo Departamento de Ensino Supletivo do Acre, contribuindo imensuravelmente com a propagação e o desenvolvimento da educação no nosso Estado. 

Uma mulher corajosa e determinada que logo se elegeu em 1990, Deputada Federal pelo PMDB acreano, sendo a PRIMEIRA e ÚNICA mulher tarauacaense eleita para Câmara dos Deputados Federais. Lá chegando, trabalhou com muito afinco na área que mais se identificou durante sua vida profissional, que é a educação. 

Clique aqui para conhecer o trabalho feito por esta grande mulher como Deputada Federal. (fonte: Blog do Mirabor Leite)


Professora Francisca Aragão Leite
Tarauacá-Acre

terça-feira, 22 de maio de 2018

CONHEÇA A HISTÓRIA E A EQUIPE GESTORA DA ESCOLA DELZUITE BARROSO


A Escola Estadual Delzuite Barroso Braga de Araújo, localizada à Avenida Avelino Leal, n° 2032, no Bairro Copacabana, em Tarauacá, foi inaugurada no dia 25 de junho de 1988. O nome é uma homenagem À grande educadora, Professora Delzuite Barroso Braga de Araújo, que muito lutou e se dedicou pela educação do município.

Em 2018, atende cerca de 500 alunos matriculados, distribuídos em 3 turnos, com turmas de AEE, 1º ao 9º ano, Educação de Jovens e Adultos e Projeto Quero Ler. A escola ainda atende um anexo na Penitenciária Moacir Prado, outro anexo na Igreja São Francisco.

Atualmente a escola está sob a direção da professora Dalva da Silva Pontes, exercendo o primeiro mandato, desde o início de fevereiro do ano de 2016. Funciona com o quadro de funcionários composto de 01 Diretora, 01 Coordenadora Administrativa, 01 Secretária, 03 Coordenadores Pedagógicos, totalizando 06 funcionários da Equipe Gestora, 29 professores e 01 Auxiliar de Secretaria, 04 Auxiliares Escolares, 02 Serventes, 02 Merendeiros, 01 Cuidadora e 01 Porteiro, totalizando 11 servidores.

Conheça a Equipe Gestora:


Dalva da Silva Pontes, Gestora, Formada em Pedagogia e Pós Graduada em Gestão Escolar


Teresinha de Jesus da Silva Oliveira, Coordenadora Pedagógica de 1º ao 5º ano, formada em Pedagogia e Pós-Graduada em Gestão Escolar.


Mª Luzanira Matias Correia, Coordenadora Pedagógica de 6º ao 9º  ano, formada em Pedagogia e Pós-graduada em Gestão Escolar.


Marthânia Nascimento Braz, Coordenadora Administrativa com ensino Superior Incompleto.


Francisca Leila da Silva Batista, Secretária Escolar, Formada em Técnico em Secretaria Escolar.


José Valtamir de Lima, Coordenador Pedagógica de EJA, graduado em Letras com especialização em Psicopedagogia.





Histórico 

O surgimento da Escola Delzuite Barroso Braga de Araújo se deu através das necessidades e do interesse da comunidade da zona rural e do próprio bairro de Copacabana, em ter um espaço para acolher tantas crianças e jovens que tinham que se deslocar até o centro da cidade para estudar. No princípio era apenas uma pequena escola que atendia uma clientela das comunidades rural e urbana. Tempos depois se tornou pequena para a sua clientela. Foi então que o Governador do Estado da época, Flaviano Melo, decidiu construir uma nova escola que pudesse atender a essa demanda.

No dia 25 de junho de 1988 foi sua inauguração em homenagem justa a uma grande educadora, professora Delzuíte Barroso Braga de Araújo, que muito lutou e se dedicou pela educação do município. 

Autorizada a funcionar pelo Decreto nº 10 de 07/02/79 e ratificada pelo Decreto Estadual nº 8.721- 01/10/2003 SEE-AC no ano de 1988. A Escola foi administrada pelas então Diretoras: Profª Terezinha Maia Vera, Prof. Arthenizia Nobre, Profª Giseles Maria Saraiva Lessa, Maria Lucilene Andrade Moreira e Maria Elisângela Aragão Cavalcante.



Ações 2018

As ações para 2018 são: Projeto de Leitura e Escrita (Contando, Recontando e Encantando) onde já realizamos a abertura para a comunidade escolar, Projeto de Matemática (Criando Situações de Aprendizagem para o Ensino da Matemática), Dia das Mães, Conselho de Classe, Audiência Pública, Reunião de Pais por turma, Palestra, Visitas às casas dos alunos faltosos, Reunião Trimestral informativa sobre a importância das aulas de reforço e importância do acompanhamento dos pais no processo de ensino-aprendizagem, Monitoramento dos alunos que não tiveram rendimento satisfatório na avaliação do SEAPE, Avaliação das ações e das metas, Controle de Frequência, Comemoração dos aniversariantes da Escola, Bingo, Caipira, Dia de Lazer e Torneio de Futebol com os alunos de média padrão por bimestre, Rifa, Almoço Beneficente, Brechó, Ação de saúde para a comunidade, Horta e Jardim Elevado.


A diretora Dalva Pontes disse que a expectativa para 2018 é de grandes avanços. "Conseguimos a ampliação de 02 salas de aula e a reforma da Escola. Também tivemos câmeras de vídeo e alarmes instalados na escola e contamos com o apoio da Polícia Militar, realizando o Policiamento Escolar", destacou.

VÁ EM PAZ AMIGA DONA ZÉLIA BAYMA!


É com muita dor e tristeza que anunciamos o falecimento da amiga Zélia Bayma de Andrade Silva, 85 anos, mãe de 5 filhos e avó de 17 Netos,  acontecido no início da manhã desta terça feira, 22 de maio em Rio Branco. 

Dona Zélia era viúva e servidora aposentada da rede estadual de educação. Morreu de complicações cardíacas.

O velório está sendo realizado na Capela São Francisco localizada na Rua Izaura Parente, em Rio Branco. 

A família ainda não decidiu data, local e horário do sepultamento.

Dona Zélia trabalhou por muitos anos anos no Núcleo Estadual de Educação, onde atendia a todos com simpatia e alegria. 

Em nome de todos os servidores e servidoras do órgão, manifestamos nosso mais profundo pesar.

Que Deus possa confortar a família. 

segunda-feira, 21 de maio de 2018

ATO DE ENCERRAMENTO DO MOVIMENTO MAIO AMARELO EM TARAUACÁ ACONTECE DIA 30 DE MAIO


A Rede Estadual de Educação em Tarauacá é a grande parceira do DETRAN na realização de atividades do movimento "Maio Amarelo", organizado pelo Observatório Nacional de Segurança Viária e Governo do Acre, este ano está em sua 5ª edição e traz na cor amarela o alerta de advertência.

Em Parceria com o Núcleo Estadual de Educação, uma equipe do DETRAN está realizando uma série de palestras nas nas escolas e, no dia 30 de maio, será realizado um grande Ato de Encerramento com grande concentração das comunidades escolares, instituições públicas e população, na praça central do município, com o objetivo de chamar a atenção da sociedade para o tema.


Somente no Brasil morrem cerca 47 mil pessoas por ano e outras 400 mil ficam com alguma sequela. Por ano, os acidentes custam cerca de R$ 56 bilhões ao país. A Campanha chama a atenção dos acreanos para esse problema, que não é apenas do poder público. 

Conheça aqui o conteúdo completo da campanha, que pode ser baixado e compartilhado sem custos.

Assessoria de Comunicação
Núcleo de Educação
Tarauacá

ABERTAS INSCRIÇÕES PARA FESTIVAL ESTUDANTIL DA CANÇÃO 2018


Já estão abertas no período de 14 de maio a 29 de junho, as inscrições para o Festival Estudantil da Canção, Edição 2018. O Edital foi lançado recentemente. A grande final acontece em Rio branco em agosto com a participação de representantes de todos os municípios, 

Uma comissão já está trabalhando para para a realização da eliminatória de Tarauacá, que deverá contar com participações de estudantes das Escolas Djalma Batista, João Ribeiro e Instituto Federal do Acre - IFAC.

Em breve essa comissão estará se reunindo e visitando essas escolas para distribuir as fichas de inscrições de estudantes interessados em participar. 

O Festival é um projeto de caráter educativo, artístico e cultural, concebido a partir de uma perspectiva que envolva estudantes de Ensino Médio da rede estadual, federal e da rede particular do Estado e terá como objetivos, contribuir para a construção de uma cultura de paz nas escolas do estado do Acre, valorizar e promover a produção musical no Estado, em todas as suas vertentes criativas, revelar e valorizar novos talentos; Difundir a música como uma das linguagens essenciais da expressão cultural; Fomentar o desenvolvimento da arte, produção de saberes, criando espaço e estímulo para a expressão de talentos entre os estudantes; Promover um ambiente educacional prazeroso, em que a cultura, a arte e a educação se expressem, contribuindo para transformar a escola em um ambiente vivo e significante por meio de uma cultura de paz para os estudantes; Interagir com os estudantes através das linguagens artísticas, fortalecendo valores essenciais para a formação cidadã; Incentivar a iniciação de estudantes no movimento artístico e cultural.

A comissão organizadora estadual será composta por um representante da Secretaria Estadual de Educação e Esporte, Fundação de Cultura e Comunicação Elias Mansour, Assessoria Especial da Juventude, Fundação Municipal de Cultura Garibaldi Brasil e Secretaria Adjunta de Juventude, para são organizadora estadual: coordenar, supervisionar, dirigir e constituir a comissão julgadora da etapa final do Festival em Rio Branco;

Nos municípios, a comissão organizadora será composta por três pessoas indicadas pelo coordenador geral do Núcleo Estadual de Educação, com o objetivo de coordenar, supervisionar, dirigir e constituir a comissão julgadora das etapas da pré-seleção e da semifinal.

Poderão participar no Festival Estudantil da Canção estudantes regularmente matriculados no ensino médio da rede de ensino estadual, federal e da rede privada do Estado do Acre, com idade entre 13 a 29 anos, completos, na data da etapa final que se realizará no dia 26 de agosto de 2018;


As inscrições deverão ser efetuadas no período de 14 de maio a 29 de junho de 2018, no horário de funcionamento das escolas participantes do Festival, listadas no Anexo I do presente edital, sob a responsabilidade da comissão organizadora de cada município. 


Edital

domingo, 20 de maio de 2018

Aluno da sala de AEE do Colégio Militar Dom Pedro II (Foto: Eduardo Gomes)
João Vitor Almeida tem 11 anos, é morador do loteamento Santo Afonso e percorre o caminho de casa para a escola sozinho, desde que recebeu um novo vizinho, o Colégio Militar Dom Pedro II, gerido pelo Corpo de Bombeiros Militar do Acre (CBMAC). Diagnosticado com mielomeningocele, hidrocefalia e pé torto congênito, sonha em se tornar bombeiro militar e conta com a ajuda de uma cadeira de rodas para auxiliar em seu deslocamento e tarefas diárias.

Sua mãe, a dona de casa Maria Erlande, não escondeu a emoção durante o primeiro dia de aula do filho na sala de Atendimento Educacional Especializado (AEE) da própria escola, quando o colégio foi oficialmente inaugurado, na última quarta-feira, 16.

“A educação nos dias de hoje é muito importante para as crianças, com ou sem alguma necessidade especial. Não é fácil encontrar pessoas que cuidem tão bem dos nossos filhos e aqui nós encontramos. Vi que ele está se desenvolvendo muito bem com os cuidados e o ensinamento que recebe. Todos os dias ele chega em casa com atividades para fazer, está sempre ocupado com alguma tarefa da escola. Às vezes, alguém do colégio ou da própria Secretaria [de Educação] me liga para saber como ele está em casa. Vejo que a sala de AEE aqui é fundamental, tanto para mim quanto pra ele”, destaca a mãe.

Aluno com deficiência auditiva acompanha as aulas com auxílio de um intérprete (Foto: Eduardo Gomes)
O Dom Pedro II, construído no Acre, é o primeiro colégio militar do país a oferecer à comunidade estudantil uma sala exclusivamente destinada ao atendimento de crianças e adolescentes com necessidades especiais de aprendizagem.

A instalação da sala de AEE no Colégio só foi possível por meio do empenho do governo do Estado e da Secretaria Estadual de Educação e Esporte (SEE), que viabilizaram a assinatura do convênio para a construção dos dois colégios militares do Acre: Tiradentes, gerido pela Polícia Militar, e Dom Pedro II, gerido pelo Corpo de Bombeiros.

A instituição de ensino atende, atualmente, 12 alunos com necessidades especiais, entre surdez, Síndrome de Down, hidrocefalia, etc. Possui, ainda, cinco crianças em fase de observação. Ao todo, são 569 alunos matriculados na escola, destes, apenas 92 são filhos de militares. A coordenadora do colégio, Angélica Batista, considera a oferta do AEE na escola Dom Pedro II um marco na educação militar do estado.
Professora da AEE com alunos e mãe de estudante do Colégio Militar Dom Pedro II (Foto: Eduardo Gomes)
“Esse é o nosso diferencial. Sabemos que é um modelo positivo, oriundo da parceria da SEE com o Corpo de Bombeiros, sendo exemplo a nível nacional. Achamos muito bem vindo inserir essa realidade do ensino especial na educação militar, já que o Acre é referência na educação inclusiva, dentro da nossa realidade”, afirma.

Todos os alunos de AEE são amparados por um cuidador especializado, como Antônio José, que acompanha o processo de ensino-aprendizagem de João Vitor no ambiente escolar. “Falo para ele, todos os dias, que ele é um aluno normal, como qualquer outro e tem todas as condições de seguir uma vida estudantil e profissional brilhante”, conta.

De acordo com a coordenação do Colégio Militar, todos os alunos de AEE, inclusive os que ainda não eram alfabetizados, apresentam significativa melhora no rendimento escolar. “Fazemos o possível para que eles sejam os melhores dentro do que eles podem ser. E notamos que eles se desenvolveram amplamente. Com a introdução das aulas do AEE, nossos alunos estão bem adiantados, se compararmos com a situação em que eles chegaram aqui. Isso para nós é gratificante”.

A introdução da educação inclusiva no âmbito militar garante a oportunidade a alunos com necessidades especiais também seguir uma carreira militar. Emocionado ao relembrar os desafios que já enfrentou para conseguir estudar, o pequeno João Vitor ressaltou sua paixão pelo aprendizado. “Estou achando muito legal estudar aqui, e o que mais gosto é de aprender coisas novas. Vim para aprender e não para ser excluído. Aqui me sinto mais a vontade e mais feliz. Não sinto diferença com os outros colegas e, como quase todos aqui, quero ser Bombeiro quando eu crescer”, assegurou.

secom/Acre

Semana Estadual de Ciência e Tecnologia alcançará nove municípios acreanos

“Ciência para redução das desigualdades” será o tema deste ano na Semana de Ciência e Tecnologia (Foto: Arquivo/Secom)
Com o objetivo de levar inclusão social e digital para os jovens que estão cursando o ensino médio, o governo do Estado, por meio da Secretaria de Ciência e Tecnologia (Sect) lançou o calendário de atividades da Semana Estadual de Ciência e Tecnologia. O tema deste ano será “Ciência para redução das desigualdades”. Com isso, foi elaborado o calendário de programação correspondente para nove municípios e tem início a partir do dia quatro de junho.

Através da parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), Instituto Federal do Acre (Ifac) e Faculdade Meta (Fameta), a semana tem por principal objetivo levar para os jovens oportunidades de profissionalização para desenvolver habilidades digitais e permitir a facilidade na inclusão do mercado de trabalho, oferecendo cursos de operador de computador, recursos humanos e técnicas administrativas.

Os cursos que serão oferecidos terão em média 196 horas, aproximadamente três meses, e serão oferecidos nas cidades de Rio Branco, Senador Guiomard, Capixaba, Plácido de Castro, Feijó, Taraucá, Mâncio Lima, Rodrigues Alves e Cruzeiro do Sul.

Segundo a gestora da Sect, Renata Souza, “a semana busca proporcionar o despertar da busca intelectual e desenvolver cada vez mais a qualidade de ensino e aprimoramento do conhecimento para os alunos do Estado”, comentou Renata.

Esse trabalho é desenvolvido através de Telecentros e o Projeto Telecentros na Escola, proporcionado oficinas que já estão sendo executadas na capital para jovens que já estão atuando na semana de Ciência e Tecnologia.

Trabalhos Científicos

Como parte das atividades, a Sect, em parceria a Secretaria de Estado de Educação (See) e Assessoria Especial da Juventude (Assejuv), lançou também o Prêmio Jovem Cientista Acreano 2018 para a divulgação de 20 trabalhos científicos que tem contribuído para a redução das desigualdades.

A exposição das pesquisas será durante a mostra Viver Ciência, em Rio Branco, nos dias 29 e 31 de agosto. Além do reconhecimento, os vencedores levarão para casa uma placa e um certificado de jovem cientista acreano.

As inscrições serão feitas através do site da Mostra Viver Ciência.
Encontro Hackathon Juruá

Outra ação que promete envolver a juventude acreana é o Hackathon Juruá. O encontro acontecerá nos dias 1, 2 e 3 de junho em Cruzeiro do Sul.

O Hackathon é uma maratona de programação e pode durar de um dia até uma semana, o evento no Juruá terá a duração de 54 horas, proporcionando novas oportunidades para o mercado do empreendedorismo, envolvendo ?

secom/Acre

Prêmio Professores do Brasil está com inscrições abertas


Professores da rede pública têm a oportunidade de participar do Prêmio Professores do Brasil. Em sua 11ª edição, o prêmio é uma iniciativa do Ministério da Educação e instituições parceiras que visa conhecer, divulgar e contemplar os trabalhos dos professores das escolas públicas que contribuem para melhoria do ensino e aprendizagem dos estudantes.

Para participar, o professor deve enviar um relato de prática pedagógica com seus alunos desenvolvida durante o ano letivo de 2017 ou 2018, até o fim do período de inscrições. O material será avaliado e poderá ser selecionado para uma premiação estadual, regional ou nacional.

As inscrições estão abertas até 28 de maio e podem ser feitas no site http://premioprofessoresdobrasil.mec.gov.br/.

Cada professor pode se inscrever em apenas uma categoria. São elas:

Educação Infantil: Creche
Educação Infantil: Pré-escola
Ensino Fundamental: Anos Iniciais – Ciclo de alfabetização: 1º, 2º e 3º anos
Ensino Fundamental: Anos Iniciais: 4º e 5º anos
Ensino Fundamental: Anos Finais: 6º a 9º anos
Ensino Médio

De acordo com a organização, além de premiar professores, esta é uma maneira de sistematizar o conhecimento. Os educadores desenvolvem o exercício de reflexão sobre a própria prática, o que reflete no aprimoramento dos processos de ensino e aprendizagem.

Secom/Acre

sexta-feira, 18 de maio de 2018

ATO SOLENE MARCA INÍCIO DA FASE MUNICIPAL DOS JOGOS ESCOLARES


A Professora Francisca Aragão Leite, representando a Secretaria Estadual de Educação participou do Ato Solene de Abertura dos Jogos Escolares 2018, fase do Município de Tarauacá, realizado na manhã desta sexta feira, 18 de maio, no Ginásio Poliesportivo Ruinet Lima de Matos. Além de Aragão, estiveram presentes a Prefeita Marilete Vitorino, Secretária Edna Yawanawá, Vereadores, profissionais da educação, familiares e atletas. 


O evento contou com a participação de atletas da rede municipal, estadual e federal. A festa ficou por conta dos atletas, que junto com as suas torcidas deram um colorido especial durante abertura dos jogos.


A realização da fase municipal dos Jogos Escolares é de responsabilidade das prefeitura local.

As competições iniciaram nesta sexta feira e se estendem até a próxima segunda-feira (21).

Assessoria de Comunicação
Núcleo de Tarauacá
Fotos: Votório Silva