sábado, 17 de abril de 2021

COM A PROXIMIDADE DO ANO LETIVO 2021 EQUIPE DO NÚCLEO INTENSIFICA TRABALHOS




Tendo em vista a proximidade do início do ano letivo 2021, o Núcleo de Educação e Desporto de Tarauacá, por meio de suas coordenadorias, intensificaram os trabalhos em conformidade com o cronograma estabelecido pelo órgão educacional com realização de visitas técnicas as escolas estaduais entre outras atividades.


Durante toda semana a equipe de ensino urbano estiveram visitando as escolas estaduais e conversando com os gestores para apresentação da pauta da primeira Formação Continuada e unificada 2021 que deve ocorrer de forma remota, devido o momento de pandemia. A formação auxilia e instrumentaliza os assessores dos núcleos pedagógicos, equipe gestoras e docentes da Rede Estadual de ensino no processo permanente de aperfeiçoamento dos saberes necessários para assegurar as ações efetivas com vista a promover uma aprendizagem significativa.


Além das visitas as escolas estaduais com apresentação da pauta da primeira formação continuada, a Coordenadora de Jovens e Adultos – EJA, Adriana Orlando, se fez presente na última quinta-feira (15) na Escola Estadual Tupanir Gaudêncio da Costa para acompanhar in loco o planejamento do ano letivo 2021. As instituições de ensino receberam também visitas técnicas na área de computação para atualização de softwares e manutenções. Ainda na extensa agenda da equipe do Núcleo de Educação, foram realizadas várias visitas a alunos através da Coordenadora do setor do Programa Busca Ativa, Katiana Lopes, com o objetivo de acompanhar crianças e adolescentes que estão fora da escola ou que estão com suas atividades atrasadas para o fechamento do ano letivo 2020.


quinta-feira, 15 de abril de 2021

INSCRIÇÕES PARA A OLIMPÍADA DE LÍNGUA PORTUGUESA CONTINUAM ABERTAS



Continuam abertas as inscrições para a 7ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa(OLP). Os professores das redes públicas estaduais, municipais e federais podem se inscrever até 30 de abril pelo site escrevendoofuturo.org.br. O programa traz um novo formato em 2021, com foco ainda maior na valorização da prática e do trabalho desenvolvido pelos docentes e no reconhecimento de produções realizadas por todos os alunos de forma coletiva.

A iniciativa é uma parceria entre Itaú Social e Ministério da Educação (MEC), sob coordenação técnica do CENPEC (Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária). A Olimpíada busca contribuir para a melhoria do ensino e aprendizagem da leitura e escrita nas escolas públicas por meio de ações de mobilização para a formação continuada. A partir da metodologia do programa Escrevendo o Futuro, são realizadas oficinas de produção de texto com os alunos do 5º ano do Ensino Fundamental à 3ª série do Ensino Médio. O tema do concurso é “O lugar onde vivo”, um estímulo à reflexão sobre as realidades locais.

A proposta deste ano consiste em acompanhar e reconhecer os relatos de prática, com os registros dos processos de ensino-aprendizagem vivenciados pelos professores e estudantes durante o trabalho de produção de um dos gêneros propostos: poema (5º ano), memórias literárias (6º e 7º), crônica (8º e 9º), documentário (1ª e 2ª séries do Ensino Médio) e artigo de opinião (3ª série do Ensino Médio).

O novo formato foi construído a partir da escuta com os professores participantes de edições anteriores e do monitoramento do programa. Identificou-se que quanto mais professores e alunos se envolvem com as atividades propostas pela Olimpíada, melhores são os resultados para a escola como um todo. Nesse sentido, a produção coletiva é uma forma potente para ampliar o engajamento da comunidade escolar.

Desde a última edição, o programa homenageia autores da literatura brasileira. Neste ano, a homenageada é a escritora e poetisa Geni Guimarães, cuja obra viabiliza o debate em torno da literatura negra. Entre suas principais obras estão “Leite do peito”, “Balé das emoções” e “A cor da ternura”. 

Seleção e premiação

Para que os professores e seus alunos participem da Olimpíada, é necessário que a secretaria de educação à qual sua escola é vinculada – municipal ou estadual – faça a adesão por meio do Portal Escrevendo o Futuro. No Acre, além da rede estadual, 20 municípios já fizeram a adesão.

Durante todo o ano, os docentes terão apoio de recursos pedagógicos para o desenvolvimento das atividades, como cursos on-line, percursos de formação, planos de aula, pautas instrutivas, vídeos pedagógicos, entre outros.

O processo de seleção terá cinco etapas ao total: escolar, municipal, estadual, semifinal e final. No segundo semestre, os professores deverão postar no ambiente virtual um relato de prática reflexivo, acompanhado de produções textuais e/ou audiovisuais da turma e um registro do trabalho realizado (fotografia, vídeo, áudio). Reunidos, esses materiais vão contar a história do percurso da turma.

Entre as premiações estão notebooks e assinatura de periódicos para os docentes, além de certificado e leitor de livro digital para as respectivas turmas. As escolas dos vencedores receberão como prêmio acervo para biblioteca.

A Olimpíada de Língua Portuguesa conta com a parceria da Undime (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação), do Consed (Conselho Nacional de Secretários de Educação), da Fundação Roberto Marinho e do Canal Futura.
Acre foi medalha de ouro na última edição

A equipe da escola Humberto Soares da Costa, composta pelos estudantes Eloís Eduardo do Santos, Raele Brito, Thomaz Oliveira e a professora Ynaiara Moura, conquistou a medalha de ouro na categoria documentário da última edição. A produção Nordestinos no Acre mostrou a história da migração dos nordestinos para o estado durante o Primeiro Ciclo da Borracha (1880-1920), tendo como pano de fundo a história da família de um dos alunos da equipe.

O documentário foi gravado e editado pelo aparelho celular. Além dos finalistas da Humberto Soares, outros quatro estudantes da rede estadual e um da rede municipal de Xapuri conseguiram chegar até a fase semifinal. (Com informações da Assessoria da OLP).

https://agencia.ac.gov.br/

COORDENADORA DO NÚCLEO RECEBE EM SEU GABINETE A SECRETÁRIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO


A Coordenadora do Núcleo de Educação de Tarauacá, Janaina Furtado e equipe recebeu na última manhã de quarta-feira (14) em seu gabinete a visita da Secretária de Educação Municipal, Lucicléia Lima e seu Coordenador de Recursos Humanos Fandermiller Freitas.

Um dos principais assuntos tratados foram o fortalecimento das relações no âmbito da Educação a nível Estadual e Municipal, além de ajustes sobre parceria na educação entre o Estado e a Prefeitura de Tarauacá, ademais, reforçando ainda mais as relações entre as duas instituições educacionais.

A professora e Coordenadora Janaina Furtado e a nova Secretária Municipal de Educação conversaram sobre a intenção de permutas de profissionais da área educacional para possível atuação nas respectivas redes de ensino.

Ficou acordado um novo encontro das duas gestoras para novas tratativas entre a coordenadora do núcleo e a secretária de educação do município para melhor proficiência educacional.




terça-feira, 13 de abril de 2021

COORDENADORA DO NÚCLEO FAZ ENTREGA DE MATERIAL DIDÁTICO DAS ATIVIDADES REMOTAS A PROFESSORES DE ENSINO RURAL

Com a proximidade do término do ano letivo 2020 [Devido a pandemia], a professora e coordenadora, Janaina Furtado, vem se reunindo com sua equipe pedagógica de todos os Departamentos do Núcleo de Educação e Desporto de Tarauacá com a finalidade que tudo ocorra dentro do cronograma para encerramento das atividades remotas (Ano letivo 2020), tendo em vista a proximidade do início do ano letivo 2021. 

Na manhã desta terça-feira (13) a Coordenadora do Núcleo de Educação e equipe do Departamento de Ensino Rural receberam alguns professores de ensino rural em destaque para os professores, Francisco da Silva, que ministra aula na Escola Reydiner Hilário de Matos (Seringal Itamaraty, Rio Muru) e Francisco Charles professor na Escola Marechal Castelo Branco (Seringal Lancha, Rio Muru central), ambos receberam os cadernos das atividades remotas para o fechamento do 4° bimestre, 2020. 




Centros de Matemática, Ciências e Filosofia abrem inscrições para alunos da rede estadual

 


O governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes (SEE) e do Centro de Matemática, Ciência e Filosofia (CMCFs) de Rio Branco e Cruzeiro do Sul, abriram cerca de 450 vagas, na última sexta-feira, 9, para cursos e minicursos nas áreas de matemática, ciências, filosofia, linguagens e robótica, para alunos dos 22 municípios do Acre. Para consultar o edital e realizar as matriculas, acesse: www.cmcf.com.br.

Devido ao momento de pandemia, as aulas serão transmitidas no formato de ensino a distância (EaD), por meio da plataforma Google Meet, com suporte de salas virtuais no Google Classroom, sendo um ou dois encontros semanais, de acordo com a modalidade escolhida. Dessa forma, serão ofertadas 175 vagas para sete cursos de 30 horas-aula e 200 vagas para oito minicursos de 10 horas-aula, bem como 75 vagas para três minicursos de 16 horas-aula. 

Poderão participar alunos matriculados desde o oitavo ano do ensino fundamental ao terceiro ano do ensino médio. Além disso, os estudantes poderão efetuar sua inscrição em mais de uma modalidade ofertada pelo CMCF, sendo certificados de forma virtual. 

As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas até 20 de abril. O início das aulas está previsto para 26 de abril. O encerramento dos minicursos está previsto para o período entre 24 de maio e 18 de junho. Já os cursos que possuem carga horária mais extensa serão encerrados entre os dias 14 e 18 de junho. 

Durante o período do curso, os alunos terão acesso às videoaulas, atividades complementares e outros materiais didáticos tanto pelo site do CMCF, quanto pelas salas virtuais no Google Classroom. Mais informações pelos números (68) 9 9955-1497 ou 9 9911-9257.

Instituto Socioeducativo do Acre conclui treinamento de novos servidores, constrói horta e inaugura laboratório de informática



Mais que um lugar onde menores em conflito com a lei são internados para o cumprimento de medidas, o Instituto Socioeducativo do Acre (ISE) também é um espaço destinado à preparação desses jovens ao processo de reinserção social.

No Acre, a instituição tem trabalhado projetos em parceria com outras secretarias, a fim de garantir a esses jovens a oportunidade de ter uma boa educação, assistência em saúde, acesso à cursos profissionalizantes e atividades socioeducativas.

Nesta segunda-feira, 12, a instituição começou a semana comemorando avanços. Entre eles, a conclusão do treinamento dos 15 novos servidores do cadastro de reserva, convocados do último processo seletivo.

A parceria com a Secretaria de Estado de Produção e Agricultura (Sepa) e Empresa de Assistência Técnica e Extrativista Rural do Acre (Emater) também ajudou na construção da primeira horta do instituto, e além disso, houve a inauguração de um laboratório de informática para uso dos internos da Unidade Apolônio Sales, em Rio Branco, fruto de uma outra parceria com a Secretaria de Estado de Educação (SEE).

“Esses avanços fazem parte do projeto “Plantando Sonhos”, que tem por objetivo ocupar o tempo ocioso dos internos, proporcionando-lhes conhecimento, educação, capacitação e profissionalização, na busca pela ressocialização. Queremos dar alternativas para que não sejam apenas castigados, mas que saiam daqui recuperados e prontos para recomeçar a vida lá fora”, destacou o diretor-presidente, Mário César Souza de Freitas.

No total, o Instituto Socioeducativo do Acre possui oito unidades, sendo quatro em funcionamento na capital e outros quatro em municípios do interior. As ações de fortalecimento do sistema deve se estender aos demais. “Meu agradecimento ao governador Gladson Cameli, que sempre tem nos apoiado, e aos demais parceiros”, finalizou Mário César.


https://agencia.ac.gov.br/

Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte.

segunda-feira, 12 de abril de 2021

COORDENADORA DO NÚCLEO DE EDUCAÇÃO VISITA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO



A coordenadora do Núcleo de Educação e Desporto de Tarauacá, Janaina Furtado, esteve na última semana na capital Rio Branco, em visita institucional a Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte (SEE), situada na Rua Dr. Franco Ribeiro, 51 – Centro. 

Janaina Furtado já realizou outras idas a Secretaria de Educação Estadual para algumas tratativas sobre a educação no município. 

Nessa última visita a Coordenadora foi tratar sobre assuntos administrativos referentes a locomoção dos alunos (Ônibus Escolares), início do ano letivo 2021 entre outros assuntos de interesse da educação Estadual no município, além da finalização do 4º bimestre do ano letivo 2020. 

Ademais a professora e coordenadora, Janaina Furtado, vem sempre se reunindo com sua equipe para os planejamentos de formações pedagógicas, entre outras atividades para melhor servir a comunidade escolar [ Professores, gestores, servidores de apoio e alunos]

Adesão ao programa Brasil na Escola começa nesta segunda - Prazo vai até o dia 28 de maio


Começa hoje (12) o prazo de adesão ao Programa Brasil na Escola. Segundo o Ministério da Educação (MEC), a iniciativa tem por objetivo induzir e fomentar estratégias e inovações para assegurar a permanência, as aprendizagens e a progressão escolar com equidade e na idade adequada dos estudantes matriculados nos anos finais do ensino fundamental. Implementado pela Secretaria da Educação Básica (SEB), o programa foi estruturado em três eixos: apoio técnico e financeiro às escolas, valorização de boas práticas e inovação.

Para participar, os secretários e dirigentes da educação deverão fazer a adesão ao programa de hoje até o dia a 28 de maio deste ano. A adesão deve ser realizada pelo Simec, no módulo PAR 4. No momento da adesão, os dirigentes deverão assinar o termo, escolher as escolas entre as elegíveis que poderão participar do Eixo Apoio Técnico e Financeiro e indicar os coordenadores que serão os pontos focais da SEB na Secretaria de Educação.

“É importante ressaltar que, mesmo que não haja escolas elegíveis vinculadas ao ente federado, a adesão deve ser feita, a fim de garantir a participação futura nos eixos valorização de boas práticas e inovação”, ressaltou o MEC em nota.

Por Agência Brasil - Brasília