quarta-feira, 1 de janeiro de 2020

Rede pública estadual de ensino realiza os últimos preparativos para as matrículas


Alunos novos poderão realizar as pré-matrículas on-line, de 6 a 10 de janeiro

Técnicos do Departamento de Gestão e do Sistema Integrado de Monitoramento e Avaliação da Educação (Simaed) da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes do Acre (SEE) estão realizando desde a última sexta-feira, 27, até esta segunda-feira, 30, uma série de reuniões com as equipes gestoras das escolas estaduais, divididas por regional.

As matrículas para alunos novos, ou seja, que não estudam ainda em uma escola pública estadual, acontecerá no período de 6 a 10 de janeiro de 2020, pela internet. A técnica do Departamento de Gestão da SEE, Vaneide Marin, explica que todo o processo de matrículas para o próximo ano letivo está sendo planejado há quatro meses e iniciou ainda no mês de novembro com a rematrícula dos alunos que já fazem parte do sistema.

“Está sendo tudo feito com muito carinho, com muito cuidado, sempre com o acompanhamento dos gestores e a expectativa é que tudo aconteça da melhor maneira possível, como foi planejado. Nossa intenção principal é que os pais procurem as escolas, respeitando cada etapa desse cronograma pra que não haja aquele tumulto, aquelas filas enormes porque, em primeiro lugar, pra quem já é nosso aluno, a vaga na sua escola já está garantida”, explica Marin.

Ao acessar a plataforma do Simaed o responsável vai encontrar as informações necessárias, um tutorial para auxiliar na realização da pré-matrícula, assim com a relação de escolas com vagas disponíveis, etapas e turnos oferecidos.

Após finalizar a solicitação é só aguardar a confirmação, que será disponibilizada na mesma plataforma, conforme explica o técnico Edivan Freitas, também do Departamento de Gestão da SEE. “Após esse procedimento de solicitação o responsável precisa aguardar o resultado que sairá entre os dias 20 a 24 de janeiro, mesmo período em que ele precisará comparecer na escola com os documentos necessários pra confirmar e efetivar aquela matrícula”, destaca.

Para o professor Francisco Leite, gestor eleito da escola José Sales de Araújo, localizada no Conjunto Universitário, “a secretaria tem buscado se aproximar cada vez mais da necessidade da escola. Pra mim, essa organização da forma como está sendo exposta aqui representa isso e nos anima muito porque as informações estão mais claras, mais objetivas. Acredito que tem tudo pra que as matrículas aconteçam da melhor forma possível”, avalia.

Marin explica ainda que “encerradas todas essas etapas, as escolas farão um novo levantamento da quantidade de vagas remanescentes e elas serão destinadas aos alunos que já faziam parte da rede, mas que por algum motivo particular a família deseja mudar o estudante de escola. Isso vai acontecer de 27 de janeiro a 3 de fevereiro. O ano letivo na rede pública estadual está previsto para iniciar no dia 4 de fevereiro de 2020.

Em breve, o link para acessar a plataforma do Simaed e fazer a solicitação de matrícula estará disponível na página inicial da Agência de Notícias do Acre.

Agência de Notícias do Acre

sexta-feira, 20 de dezembro de 2019

II PERCURSO FORMATIVO SOBRE O CURRÍCULO DE REFERÊNCIA ÚNICO DO ACRE

Formação Continuada  para os professores do Ensino Fundamental I com o objetivo de subsidiar os professores no estudo do Currículo de referência Único do Estado do Acre, visando à apropriação dos quadros organizadores dos componentes curriculares.
  • Conteúdos trabalhados: Estudo dos Textos Introdutórios e Quadro Organizador de Conteúdos.









ALUNOS DA ZONA RURAL DE TARAUACÁ CONCLUEM ENSINO MÉDIO ATRAVÉS DO "ASAS DA FLORESTANIA"


A Secretaria Estadual de Educação, através do Departamento de Ensino Rural do Núcleo de Tarauacá, realizou recentemente atos de formaturas de 68 (sessenta e oito alunos) que concluíram o ensino médio através do Programa Asas da Florestania, em comunidades rurais do município. 


As formaturas foram acompanhadas pelo Coordenador de Ensino Rural Professor Ademilton Lima e equipe, juntamente com o Coordenador de Gestão do Núcleo Professor Cláudio Julio. 


As comunidades rurais contempladas foram: 
Mucuripe - 17 alunos;
Paraíso - 19 alunos;
Pacuty - 12 alunos;
Socó - 20 alunos;



Levar escolarização de qualidade para comunidades ribeirinhas, indígenas e extrativistas, localizadas em zonas de difícil acesso no Acre é a principal diretriz do programa Asas da Florestania, criado em 2005. 



O programa busca garantir a permanência de crianças, jovens e adultos nas suas localidades de origem, adequando as metodologias a peculiaridades da realidade rural da Amazônia. 



Nas três modalidades de ensino, o programa segue as diretrizes curriculares nacionais. O diferencial é a abordagem metodológica, na qual são incluídos temas regionalizados, que visam universalizar o ensino nas comunidades rurais. Em cada modo, o projeto se organiza de maneira distinta: no “Asinhas” o atendimento é domiciliar, já no ensino fundamental e médio os alunos estudam nas escolas mais próximas das suas residências.






(Assessoria do Núcleo de Educação - Tarauacá)

terça-feira, 17 de dezembro de 2019

MISSA DE SÉTIMO DIA


O Núcleo de Educação de Tarauacá vem a público convidar todos os professores e funcionários para a missa de 7°dia da Dona Matilde Abreu Catão. Que venhamos nos unir nesse momento fraterno a amigos e familiares. Contamos com a presença de todos.

Data: 19/12/2019

Local: Igreja Matriz São José

Horário: 19hs


Assessoria 

sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

NOTA DE PESAR

Nós, servidores do Núcleo de Educação de Tarauacá, solidarizamo-nos com a companheira, amiga e coordenadora Deise Catão e sua família pela perda da genitora Senhora Matilde Catão. Sabemos de sua importância como funcionária  municipal por muitas décadas, mãe dedicada, exemplo irrefutável de caráter, honradez, generosidade, amor, e do legado indiscutível, deixado para seus familiares e entes queridos.
Nossos sinceros sentimentos de solidariedade e amizade. Que todos encontrem conforto no amor de Deus  e naqueles que continuam ao seu lado.


quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

CAPES OFERTA 66 MIL NOVAS VAGAS PARA FORMAÇÃO DE PROFESSORES


Para melhorar o desempenho da educação no país, o Ministério da Educação (MEC) vai reforçar a formação de docentes da educação básica com mais de R$ 325 milhões. Esse é o montante que a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) vai investir ao abrir 66 mil vagas para formação de estudantes de licenciatura e de professores que lecionam na educação básica.


A maior parcela das bolsas, 60 mil, serão destinadas aos Programas Pibid e Residência Pedagógica. O Pibid é voltado aos estudantes de licenciatura que estão na primeira metade do curso e o Residência Pedagógica, para os licenciandos da segunda metade. A publicação dos editais está prevista para janeiro de 2020, com um investimento total de R$ 305.887.500, somando bolsas e custeio.

No Parfor, serão abertas inicialmente 150 turmas em cursos de licenciatura. O programa irá atender cerca de 6 mil professores da rede pública que não possuem formação em licenciatura na área em que atuam em sala de aula. O investimento é de R$ 19.250.000. Os interessados deverão se inscrever a partir de 18 de dezembro na Plataforma Capes de Educação Básica, indicando o curso de interesse para formação.

Para selecionar as instituições de ensino superior que ofertarão os cursos, será publicado um edital em março de 2020.

Durante o anúncio das medidas, realizado nesta quinta-feira (12), em Brasília, o presidente da Coordenação, Anderson Correia, afirmou que os editais foram pensados pela União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). “O objetivo desses editais é elevar a qualidade da educação básica. Com professores bem formados, indiretamente, teremos alunos com boa formação”, afirmou.

O investimento na formação de professores vai contribuir para a melhoria do desempenho dos estudantes no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), calculado pelo Inep. O indicador é produzido com base nas informações de duas fontes, o Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), por meio de prova e questionário aplicados a cada dois anos, e o Censo Escolar, respondido anualmente por todas as escolas do país.

O presidente substituto do Inep, Camilo Mussi, afirmou que a iniciativa visa a solucionar o fato de que parte dos professores atualmente não têm formação específica das áreas que ministram. “Muito importante quando temos o apoio da Capes na valorização dessas bolsas, dessas turmas que são criadas para que os professores sejam aperfeiçoados para que consigam aprender as disciplinas e melhorar o conteúdo”, pontuou.
Exterior

A Capes também lançará, em dezembro, dois editais de cooperação internacional para a formação de docentes da educação básica. O Programa de Desenvolvimento Profissional de Professores de Língua Inglesa nos Estados Unidos (PDPI) oferecerá 486 vagas, enquanto o Programa de Desenvolvimento Profissional de Professores da Educação Básica no Canadá abrirá oferta de 102 vagas.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do MEC, com informações da Capes

ALUNOS DE TARAUACÁ SÃO PREMIADOS NA OBMEP 2019


O Núcleo de Educação vem à público parabenizar os alunos das Escolas da rede estadual e federal de ensino em Tarauacá pela premiação na 2° fase da OLIMPÍADA BRASILEIRA DE MATEMÁTICA DAS ESCOLAS PÚBLICAS - OBMEP 2019.



NIVEL 1

Ezequiel Jesus Lopes - Escola Instituto São José - Menção honrosa

Francisco Eduardo Maciel de Souza - Escola Instituto São José - Menção honrosa

Lucas Mazani Freire Albuquerque - Escola Instituto São José - Menção honrosa

Raimundo Sales Luiz Neto Yawanawá - Escola Plácido de Castro - Menção honrosa 


NIVEL 2

Jonathan da Silva Martins - Escola Tupanir Gaudêncio da Costa - Menção honrosa 

Lauro Benigno de Souza Filho - Escola Instituto São José - Menção honrosa 

Luiz Henrique Freire Albuquerque - Escola Instituto São José - Medalhista de bronze 


NIVEL 3

Willian Brandão Bezerra - IFAC - Campus Tarauacá - Menção honrosa.

A Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas - OBMEP é um projeto nacional dirigido às escolas públicas e privadas brasileiras, realizado pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada - IMPA, com o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática – SBM, e promovida com recursos do Ministério da Educação e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – MCTIC.


Criada em 2005 para estimular o estudo da matemática e identificar talentos na área, a OBMEP tem como objetivos principais:


- Estimular e promover o estudo da Matemática;

- Contribuir para a melhoria da qualidade da educação básica, possibilitando que um maior número de alunos brasileiros possa ter acesso a material didático de qualidade;

- Identificar jovens talentos e incentivar seu ingresso em universidades, nas áreas científicas e tecnológicas;

- Incentivar o aperfeiçoamento dos professores das escolas públicas, contribuindo para a sua valorização profissional;

- Contribuir para a integração das escolas brasileiras com as universidades públicas, os institutos de pesquisa e com as sociedades científicas;

- Promover a inclusão social por meio da difusão do conhecimento.


O público-alvo da OBMEP é composto de alunos do 6º ano do Ensino Fundamental até último ano do Ensino Médio. Em 2018, mais de 18 milhões de alunos de participaram da olimpíada.


Apresentamos a seguir alguns programas desenvolvidos ao longo desses anos e convidamos você a conhecer um pouco mais a OBMEP.

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA JR. (PIC)

Destinado aos alunos medalhistas da OBMEP, o PIC é realizado por meio de uma rede nacional de professores em polos espalhados pelo país. Tem como objetivo despertar nos alunos o gosto pela Matemática e pela ciência em geral. Visite a página do PIC e conheça o material preparado para o programa: www.obmep.org.br/pic.htm

PORTAL DO SABER

O Portal do Saber portaldosaber.obmep.org.br da OBMEP oferece, gratuitamente, uma variedade de materiais relacionados à grade curricular do 6o ano do Ensino Fundamental ao 3o ano do Ensino Médio, além de tópicos adicionais que não costumam ser abordados no Ensino Fundamental ou Médio. Buscando complementar o aprendizado da matemática e da física, disponibilizamos a vocês videoaulas, exercícios resolvidos, caderno de exercícios, material teórico e aplicativos iterativos.


OBMEP NÍVEL A

Olimpíada voltada para alunos do 4o e 5o anos do ensino fundamental das escolas públicas. Teve sua 1a edição no ano de 2018, e está prevista para ocorrer no 1o semestre de 2019, no mesmo formato do ano anterior. Para mais informações, acesse: www.obmep.org.br/informacoesNivelA.DO


BANCO DE QUESTÕES E PROVAS ANTIGAS

Você quer se preparar ou quer preparar seus alunos para a próxima Olimpíada? Encontre em www.obmep.org.br/banco.htm os Bancos de Questões. Cada volume apresenta uma seleção de problemas, similares aos problemas das provas da OBMEP, divididos por níveis e por assuntos. Em www.obmep.org.br/provas.htm você encontra todas as provas anteriores da OBMEP, suas soluções e vídeos com a resolução das provas mais recentes.


PORTAL CLUBES DE MATEMÁTICA

Encontre toda a semana um desafio no blog clubes.obmep.org.br. Crie com seus amigos um clube de Matemática, participe de gincanas e competições nacionais. O clube lhe dará acesso também a um fórum onde você poderá discutir, com outros alunos do país, questões relacionadas à Matemática.


POTI - POLOS OLÍMPICOS DE TREINAMENTO INTENSIVO

O programa é destinado aos interessados em se preparar para as provas da OBMEP e da Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM), que estejam matriculados no 8o ou no 9o ano do Ensino Fundamental ou em qualquer uma das séries do Ensino Médio. Para outras informações acesse a página poti.impa.br.


PICME - PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E MESTRADO

O PICME é um programa que oferece aos estudantes universitários que se destacaram nas Olimpíadas de Matemática (medalhistas da OBMEP ou da OBM) a oportunidade de realizar estudos avançados em Matemática simultaneamente com sua graduação. Os participantes recebem as bolsas por meio de uma parceria com o CNPq (Iniciação Científica) e com a CAPES (Mestrado). Para outras informações, visite a página picme.obmep.org.br/


PROGRAMA OBMEP NA ESCOLA

Voltado para os professores de matemática das escolas públicas, o programa quer estimular atividades extraclasse com o uso dos materiais da OBMEP, tais como provas e Bancos de Questões. Professores e de todo o país são habilitados e preparados para desenvolver essa atividade em sua escola ou em escolas vizinhas. Para outras informações sobre o programa visite: www.obmep.org.br/OBMEP_na_escola.html


Você encontrará neste site muitas outras informações e eventos, como as cerimônias regionais e nacionais de premiação, encontros com alunos do PIC, etc.


Visite, participe e incentive a participação na OBMEP. Cerca de 18 milhões de alunos, em praticamente todos os municípios brasileiros, têm participado da competição! (Via: http://www.obmep.org.br/apresentacao.htm)


Assessoria.


quarta-feira, 4 de dezembro de 2019

NTE TARAUACÁ PROMOVE OFICINA DE SEGURANÇA NA INTERNET


O Núcleo de Tecnologia Educacional –NTE, através de sua Coordenadora, Maria do Livramento (Joia) e equipe — realizou na tarde da última terça-feira (03) na Escola Estadual João Ribeiro, uma oficina voltada para a segurança na internet. 


Com o avanço das tecnologias na área da informática e cada vez mais pessoas conectadas, passando mais tempo nas Redes Sociais, se faz necessário tomar alguns cuidados na hora de navegar pela internet. 

Visando o público jovem que são os mais vulneráveis, o Formador e Professor, Accioly Gomes, ministrou aos alunos do João Ribeiro os cuidados que se deve ter ao navegar pela internet, principalmente, no que diz respeito a proteção de dados pessoais.



Assessoria/Núcleo.