quinta-feira, 19 de abril de 2018

CONHEÇA A HISTÓRIA E A EQUIPE GESTORA DA ESCOLA ESTADUAL DJALMA BATISTA


Criada ema 14 de março de 1971, através do Decreto nº 143 com a denominação Escola Normal de Tarauacá, inicialmente funcionando, na Escola Plácido de Castro, com o curso Magistério – Formação de Professores de 1º a 4º série, a Escola Djalma Batista completa 47 anos com um novo desafio em sua história. Em 2018, a escola foi contemplada com o novo modelo de ensino do Acre que é a escola de tempo integral, sendo a primeira instituição da região do Vale do Tarauacá/Envira a receber o novo sistema.


Em sua nova estrutura para o Ensino Integral, a escola conta atualmente com 26 professores, 23 servidores administrativos, 528 estudantes divididos em 14 turmas. 


Em sua nova estrutura para o Ensino Integral, a escola conta atualmente com 26 professores, 23 servidores administrativos, 528 estudantes divididos em 14 turmas. Uma equipe gestora, sob o comando do Diretor Professor José Ivonaldo Benigno cuida do dia a dia da escola e procura cada vez mais oferecer ensino de qualidade aos jovens estudantes. 

No vídeo abaixo o diretor fala da experiência dos primeiros dias do Ensino Integral.



Diretor: Professor José Ivonaldo Benigno Gomes, 40 anos, graduado em matemática, com especialização em gestão escolar e dirigente municipal de educação. 


Coordenadora Pedagógica: Professora Ducileide Oliveira Lima, 36 anos, graduada em letras com especialização em coordenação pedagógica e língua portuguesa/literatura.



Coordenadora Pedagógica Auxiliar: Professora Maria do Socorro Rodrigues, graduada em pedagogia e artes visuais, com especialização em planejamento e gestão escolar.



Coordenador Administrativo: Antônio Felipe de Lima, 45 anos, formado em pedagogia. 19 anos de experiência na Secretaria e Coordenação da Escola, No vídeo acima, Neto fala do novo desafio.

Secretária Escolar: Antônia Valdenira Bezerra, 46 anos, formada em nível médio.

PROFESSORES COORDENADORES DE ÁREAS


Ciências da Natureza: Fco. Felipe de Lima, 42 anos, graduado em biologia ambiental com especialização em planejamento e gestão escolar.

Ciências Humanas: Daniel da Silva Lima, 35 anos, graduado em geografia.


Linguagem e Códigos e suas Tecnologias: Edilene da Silva Gomes, 32 anos, graduada em letras e pós graduada em gestão e planejamento escolar.


Matemática e suas Tecnologias: Adriana Oliveira Dourado, 43 anos, graduada em matemática com especialização em gestão e planejamento escolar.

Abaixo, depoimento de estudantes sobre Ensino Integral. 




HISTÓRIA DA ESCOLA

A escola de Ensino Médio de Tarauacá foi criada em 14 de março de 1971, através do Decreto nº 143 com a denominação Escola Normal de Tarauacá, inicialmente funcionando, na Escola Plácido de Castro, com o curso Magistério – Formação de Professores de 1º a 4º série. 

Em 02 de outubro de 1980, com o Decreto governamental nº 157, autorizado pela Portaria nº 230 de novembro de 1981, da Secretaria de Estado de Educação e cultura, foi criada a Escola de Ensino Médio Dr. Djalma da Cunha Batista, funcionando com os cursos Magistério e Formação Integral, situada à Rua Benjamin Constant, s/nº. 

Para atender as exigências da L.D.B., Lei 9394/96 e o aumento significativo da clientela estudantil desta modalidade, o governo do Estado, através da Secretaria de Estado de Educação construiu um novo prédio, instalado em um novo endereço, localizado à Rua Epaminondas Jácomes, 1500. 

A Escola de Ensino Médio Dr. Djalma da Cunha Batista está legalizada através do Decreto nº 8721 de 1 de outubro de 2003, funciona com o curso Formatação Integral nos três turnos e com PEEM – Programa Especial do Ensino Médio no 2º e 3º turnos.

A Escola Dr. Djalma da Cunha Batista é mantida pela Secretaria de Estado de Educação, inscrita no CNPJ sob o nº 03033063/0001-32. 

Em 2018, a escola foi contemplada com o novo modelo de ensino do Acre que é a escola de tempo integral, sendo a primeira instituição da região do Vale do Tarauacá/Envira a receber o novo sistema.

No vídeo, professor fala do Ensino Integral



Em sua nova estrutura para o Ensino Integral, a escola conta atualmente com 26 professores, 23 servidores administrativos, 528 estudantes divididos em 14 turmas. 

A educação integral representa uma ruptura do modelo tradicional de ensino. Ao mesmo tempo que provoca uma revolução no processo de ensino-aprendizagem, porque instiga e valoriza o desenvolvimento das competências e habilidades dos jovens do século 21.

As aulas apresentam a nova metodologia para os tarauacaenses com nova nova dinâmica de ensino, que não trata apenas de ampliar o tempo de permanência dos estudantes na escola, mas de repensar as práticas pedagógicas com o intuito de redimensionar o tempo e os espaços escolares.


De acordo com o Secretário Marcos Brandão á uma escola voltada para os jovens e construída com os jovens. "É uma escola onde o protagonismo juvenil se destaca, onde ele é o centro do processo pedagógico. O aluno passa mais tempo na escola, mas ele também passa a escolher o que ele quer fazer. Porque além do currículo comum, ele poderá escolher os assuntos e projetos que deseja e que são pertinentes ao processo teoria e prática”, salientou.


A coordenadora do Núcleo da Secretaria de Estado de Educação em Tarauacá, Francisca Aragão, que tem mais de 50 anos dedicados à área, ressalta que a escola de tempo integral representa um avanço para o ensino da região. “Tarauacá está inaugurando uma nova era na educação, porque esse é um método inovador, que vai desafiar os nossos estudantes a romper as barreiras do tempo e do espaço para alcançar o sucesso. Vai formá-los para enfrentar o mundo”, disse.

Assessoria de Comunicação
Núcleo de Educação
Tarauacá-Acre

Nenhum comentário:

Postar um comentário