quinta-feira, 10 de maio de 2018

CONHEÇA A EQUIPE GESTORA E A HISTÓRIA DA ESCOLA ESTADUAL ROSAURA MOURÃO


Criada através da Lei nº 051, de 27/04/1976, com o nome Escola Omar Sabino de Paula, a hoje Escola Estadual Rosaura Mourão da Rocha foi fundada no dia 26 de Setembro de 1985, no mandato do então Governador Nabor Teles da Rocha Júnior e legalizada em 1/10/2003, através do Decreto Criação nº 8.721. O nome é uma homenagem à mãe do governador.
Em 2018, atende 564 alunos, do 6ª ao 9º ano, distribuídos em 3 turnos. Seu quadro de pessoal é composto por 19 servidores administrativos, 25 professores e 5 terceirizados.


A equipe gestora tem a frente a Professora CÍNTIA VERAS BAIMA,  42 ANOS DE IDADE, 20 ANOS DE EDUCAÇÃO, LICENCIADA EM HISTÓRIA COM ESPECIALIZAÇÃO EM PLANEJAMENTO E GESTÃO ESCOLAR NA EDUCAÇÃO BÁSICA. 



NA SECRETARIA ESCOLAR ESTÁ A SERVIDORA ELINE SAMPAIO DE LIMA, 2 ANOS DE EDUCAÇÃO, 28 ANOS DE IDADE. ELINE É BACHARELA EM SERVIÇO SOCIAL COM ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO SOCIAL E POLÍTICAS PÚBLICAS. 



ELCIRA MARIA DAMASCENO FERREIRA, 32 ANOS DE EDUCAÇÃO, 54 ANOS DE IDADE É COORDENADORA ADMINISTRATIVA , FORMADA EM TÉCNICO DE NÍVEL MÉDIO EM SECRETARIA ESCOLAR. 



DEISE MARIA DE ABREU CATÃO, 36 ANOS DE EDUCAÇÃO, 55 ANOS DE IDADE, COORDENADORA DE ENSINO, LICENCIADA, EM PEDAGOGIA COM ESPECIALIZAÇÃO EM ALFABETIZAÇÃO. 



RAIMUNDA NONATA ALMEIDA DA SILVA, 12 ANOS DE EDUCAÇAO, 38 ANOS DE IDADE, COORDENADORA PEDAGÓGICA, LICENCIADA EM HISTÓRIA COM ESPECIALIZAÇÃO EM PLANEJAMENTO E GESTÃO ESCOLAR; COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA. 



SANDRA SANTOS SILVA, 10 ANOS DE EDUCAÇÃO, 29 ANOS DE IDADE É A COORDENADORA PEDAGÓGICA, LICENCIADA EM ARTES VISUAIS COM ESPECIALIZAÇÃO EM PLANEJAMENTO, IMPLEMENTAÇÃO E GESTÃO DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. 



A Escola Estadual Rosaura Mourão da Rocha, situa-se à Rua João de Paiva, nº 800, no Bairro Senador Pompeu em Tarauacá – Acre.

Foi no governo Nabor Teles da Rocha Júnior, tendo como Secretário de Educação e Cultura Profº Raimundo Nonato Mourão Marques em visita ao município no ano de 1984, esteve presente na antiga escola Omar Sabino de Paula, sensibilizou-se ao verificar o péssimo estado físico da referida escola, e no mesmo dia reuniu os pais, funcionários, direção, professores e alunos. De comum acordo resolveram transferir provisoriamente o funcionamento da Escola Omar Sabino de Paula para as dependências da Antiga Escola de 2º grau Dr. Djalma da Cunha Batista, comprometendo - se em construir uma nova escola no mesmo bairro, e que desse todas as condições necessárias de pleno funcionamento para desenvolver o processo de ensino – aprendizagem e que atendesse toda a clientela do bairro. 

Em 26 de setembro de 1985, pouco mais de um ano, foi inaugurada a moderna escola Rosaura Mourão da Rocha, com oito salas de aula, uma diretoria, uma secretaria, sala para professores, biblioteca, sala para merenda, cantina, depósito de merenda, treze banheiros, sala para mimeografo, um banheiro para funcionários administrativos. Assim sendo, a Escola Rosaura Mourão da Rocha substituiu então a escola Omar Sabino de Paula sendo que os documentos da referida Escola acham – se arquivados na Escola substituta. 

A Escola recém inaugurada recebeu o nome de Rosaura Mourão da Rocha, em homenagem a progenitora do então governador. Ao longo dos anos a Escola sofreu algumas transformações físicas, foi adquirido um terreno anexo com um salão, que se transformou em auditório e posteriormente em duas salas de aula. Em 2000 a Escola recebeu uma reforma onde modificou a estrutura dos banheiros, a biblioteca transformou - se em sala de informática, o deposito e o banheiro em sala dos professores, a sala para mimeógrafos em sala de coordenação e na cantina fizeram dois depósitos: merenda e de material de limpeza, realizada o calçamento em duas áreas internas. 

Em 2003 a escola passou por mais uma reforma, sofrendo algumas transformações físicas, banheiros novos para os alunos, uma sala de leitura e uma espaçosa área coberta que serve de refeitório e para realizações de reuniões e eventos que a escola realiza. 

Em 2015, a escola recebeu uma nova cobertura e pequenos reparos. 

A comunidade escolar da Escola de Ensino Fundamental “Rosaura Mourão da Rocha” constitui-se uma clientela diversificada, na grande maioria, oriunda de família de baixo poder aquisitivo e grande parte, filhos de pais analfabetos, desempregados, sem condições de permanecer por tempo integral na cidade, tendo que voltar para a zona rural, para trabalhar nas colheitas, devido a este fato e não tendo ninguém para deixar os filhos levam-nos consigo causando assim um baixo índice de aprendizado e infrequência. 

A escola Rosaura Mourão da Rocha está localizada no bairro mais populoso do município e sua maior clientela é de 6º ao 9º ano. No entanto, não dispõe de uma quadra para a realização das atividades de Ed. Física. Os alunos precisam se deslocar de suas casas para o ginásio coberto. Sendo que a distância da escola até o mesmo é muito grande, fator de grande preocupação para os pais, pois muitos não possuem meios de transportes e por ser um bairro periférico e perigoso com alto índice de marginalidade e trânsito constante. Além disso, o ginásio não é utilizado somente pela clientela da escola, dificultando a realização de outras atividades recreativas. 



BIOGRAFIA DE ROSAURA MOURÃO DA ROCHA 

Rosaura Mourão da Rocha, primogênita do casal de cearenses Laureano Mourão e Maria Augusta Mourão, nasceu no município de Ipú, estado do Ceará, em 20/11/1909. 

Aos sete anos de idade, em março de 1916, acompanhada da família, mudou-se para o Acre e foi morar no seringal Veneza, as margens do rio Tarauacá. Posteriormente, transferiu-se para o seringal Itamarati, nas proximidades da cidade de Seabra, antiga denominação dada ao atual município de Tarauacá. 

Em 1926, com apenas dezesseis anos, casou-se com Nabor Teles da Rocha, pequeno comerciante da região, nascido no seringal Santa Júlia, atual Guajará, rio Muru, no dia 03/09/1903. Dessa união nasceram doze filhos: Waldir, José Carlos, Nabor Júnior, Iracema, Sebastião, Fernando, Terezinha, Maria Consuelo, Francisco das Chagas, Alberto, Maria Lúcia e Jorge. 

Em 1945, mudou-se para a cidade de Manaus, a fim de proporcionar educação aos seus filhos, em virtude de Tarauacá naquela ocasião, só existiam escolas com curso primário. 

Em 1951, transferiu-se com a família para Fortaleza e posteriormente, em 1964 para o Rio de Janeiro onde permaneceu até o ano de 1971, quando passou a residir com alguns de seus filhos em Brasília, nova capital da República. 

Durante toda a sua vida dedicou-se inteiramente à criação, educação e acompanhamento de seus filhos, tendo conseguido formar vários deles com curso superior e encaminhá-los para as diversas atividades profissionais. 

Embora fosse uma mulher modesta e voltada para o lar, exerceu influência decisiva na formação moral, religiosa e educacional dos filhos. 

Faleceu em 24/05/1977, aos sessenta e sete anos, em Brasília, cercada de amor e carinho de todos os seus filhos, parentes e amigos, deixando para a posteridade um exemplo de tenacidade, dedicação e sacrifício em prol da família que sempre soube amar.

Assessoria de Comunicação
Núcleo de Educação
Tarauacá-Acre

Nenhum comentário:

Postar um comentário