Governo garante merenda escolar na conclusão do ano letivo

Até o momento, os centros de Armazenamento e Distribuição de Alimentos que atendem as cinco regionais do estado já distribuíram aproximadamente 3,4 mil toneladas de alimentos

O ano letivo de 2021 ainda está em fase de conclusão e o fornecimento de merenda escolar acompanha esse calendário.

Desde o retorno das aulas presenciais, em outubro, a Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes do Acre (SEE) vem distribuindo os gêneros alimentícios que compõem o cardápio da merenda escolar. Segundo informações do Departamento de Alimentação e Nutrição Escolar, cerca de 140 mil alunos foram atendidos nas escolas da rede pública de ensino do Estado, com mais de 80 variedades de alimentos, entre perecíveis e não perecíveis.

Aproximadamente 3,4 mil toneladas de alimentos foram entregues de outubro de 2021 atá agora. Foto: Márcia Moreira/ SEE

Conforme explica o chefe do departamento, Hézio Figueiredo, a última distribuição de itens não perecíveis foi realizada no dia 13 de dezembro, para abastecer as escolas por cinco semanas. “Ou seja, até o fim desta semana essa entrega continua atendendo. Em relação às proteínas, a quantidade entregue é para quatro dias. Assim, a cada semana as entregas atendem quatro refeições com frango ou carne”, explica.

Em Senador Guiomard, por exemplo, três escolas foram visitadas pela equipe da secretaria para verificação dos estoques. Na Escola Cívico-Militar Adalci Simões da Costa, a gestora Maria Antonia Pacifico mostrou o depósito e afirmou: “A quantidade de alimentos não perecíveis que temos é suficiente para concluirmos o ano letivo, além dos perecíveis que chegam semanalmente”.

Estoque da Escola Cívico-militar Adalci Simões da Costa. Foto: Márcia Moreira/ SEE

Já Ana Melo, gestora da Escola Diva Pereira de Souza, conta que também há merenda suficiente para o término do ano letivo 2021. “Temos muitos perecíveis e a merenda que há é suficiente para este último período, graças a Deus. Os alunos amam a merenda, nossas merendeiras são caprichosas e sempre temos o cuidado de fazer um cardápio bem reforçado pra eles”, destaca.

Ana Melo: “A merenda que há é suficiente para este último período”.

Refeições como cuscuz com ovos, frutas, mungunzá, carne bovina picadinha, galinhada, saladas, pão com queijo e mingau de banana comprida são oferecidas para os alunos matriculados na rede estadual.

“De acordo com o compromisso que o governo do Estado assumiu, nós construímos um cardápio bem variado e equilibrado, sendo oferecido não só o biscoito, a bolacha e o café com leite ou suco, previsto de uma a duas vezes por semana, no máximo, mas principalmente preparações reforçadas, com a carne, o frango, acompanhados do arroz, do macarrão e da farofa, que todo acreano gosta”, destaca a nutricionista da SEE, Lorena Lima.

Tiago Ribeiro, coordenador administrativo da Escola Militar 15 de Junho, conta que a maioria dos alunos é de baixa renda e alguns não têm uma refeição completa em casa. “Então a gente procura sempre servir comida mesmo na merenda: arroz, feijão, carne, frango, sopa, e não tivemos problema com a entrega, nosso estoque está devidamente abastecido e com itens suficientes”, relata.

(Agência/Acre)

Comentários